4 dúvidas frequentes sobre intradermoterapia

Depois de ter se tornado um procedimento considerado “queridinho” nos consultórios de profissionais da estética, ainda percebemos dúvidas frequentes sobre intradermoterapia. Por isso, separamos as 4 principais perguntas que sempre chegam no blog para que você saiba ainda mais sobre essa técnica. Primeira dúvida – Quem pode comprar as mesclas/enzimas? Biomédicos, farmacêuticos e médicos podem […]
dúvidas frequentes intradermoterapia
Depois de ter se tornado um procedimento considerado “queridinho” nos consultórios de profissionais da estética, ainda percebemos dúvidas frequentes sobre intradermoterapia. Por isso, separamos as 4 principais perguntas que sempre chegam no blog para que você saiba ainda mais sobre essa técnica.

Primeira dúvida – Quem pode comprar as mesclas/enzimas?

Biomédicos, farmacêuticos e médicos podem comprar as mesclas, só os enfermeiros que ainda encontram restrições, por conta da liminar que impera sobre a enfermagem estética.

Segunda dúvida – Quem pode aplicar intradermoterapia?

Desde que possuam cursos de capacitação e aperfeiçoamento, os biomédicos, farmacêuticos, médicos e fisioterapeutas podem fazer as aplicações das enzimas e mesclas. O enfermeiro por enquanto precisa ter um Responsável técnico para fazer essa aplicação.

Terceira dúvida – onde as enzimas serão aplicadas?

Os cursos mais completos de intradermoterapia ensinam aplicações nos flancos, pernas, abdômen, couro cabeludo. Para Lipo de papada, enzimas específicas são aplicadas na papada do paciente.

Quarta dúvida – quais são os tipos de enzimas?

As enzimas tem propriedades específicas, que variam de acordo seu objetivo. Existem as que funcionam para estimular colágeno e rejuvenescimento facial, as que trabalham com quebra de gordura localizada, as que agem na queda de cabelo, as que atuam no combate de insônia e ansiedade, ou seja, uma ampla gama para que seu tratamento seja completo. Hoje em dia é inegável que a intradermoterapia tenha se tornado uma das meninas dos olhos dos profissionais da estética. Esse é um procedimento que traz inúmeras vantagens aos pacientes e pode ser associado a outros protocolos para oferecer tratamentos mais completos e individualizados. Nos últimos cinco anos, cada vez mais pessoas têm conhecido seus benefícios e procurado pela técnica, que é vantajosa financeiramente para o biomédico esteta. Vale ressaltar que a técnica correta para aplicação das injeções, assim como domínio das mesclas e conhecimento profundo de anatomia e injetáveis é o que vai oferecer segurança para o profissional atuar com a intradermoterapia. [widgetkit id=”57″ name=”BANNER CURSO DE INTRADERMO NEPUGA”]  

Comentário (10)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética