4 segredos para aprender injetáveis e ser expert nas aplicações

Se você vai começar a se aventurar pelo mundo da estética e ainda não tem segurança para aplicar os injetáveis, queremos contar 4 segredos para aprender injetáveis e ser Expert nas aplicações, conquistando cada vez mais clientes e levando lucro para seus atendimentos. Mas como é possível me tornar Expert nas aplicações de injetáveis, você […]
4 segredos para aprender injetáveis e ser expert nas aplicações
Se você vai começar a se aventurar pelo mundo da estética e ainda não tem segurança para aplicar os injetáveis, queremos contar 4 segredos para aprender injetáveis e ser Expert nas aplicações, conquistando cada vez mais clientes e levando lucro para seus atendimentos.

Mas como é possível me tornar Expert nas aplicações de injetáveis, você deve estar se perguntando?

Se você nunca trabalhou com injetáveis, a melhor maneira de começar é fazendo sua pós-graduação em biomedicina estética. Durante o curso você terá uma disciplina chamada Farmacologia e Noções de Injeção. É nesse momento que você começará a aprender sobre as diferenças de seringas, agulhas, e desenvolverá sua destreza com os procedimentos.

Nepuga tem metodologia para ensinar farmacologia e noções de injeção que se destaca

Os alunos do Nepuga costumam sair seguros da pós-graduação porque durante o tempo de estudo têm aulas práticas que ajudam e muito a melhorar sua sensibilidade na mão, na hora de aplicar as injeções. Para isso, uma das primeiras aulas práticas acontece com o uso da berinjela. Por possuir diversas camadas, como a pele humana, a berinjela possui uma “carne” espessa e resistente, que é o que o aluno necessita para os treinamentos das aplicações intramuscular e subcutânea, além das técnicas de retroinjeção, bolus, nappage, pápulas e outras. As aulas focam na concentração do aluno durante a aplicação, para que ele consiga distinguir em qual camada do tecido da berinjela se encontra o bisel de agulha, que é fundamental para uma boa aplicação. Logo depois o aluno passa a praticar na panceta, ou barriga de porco. Por ser um tecido animal similar ao tecido humano, ela traz os mesmos desafios para o aluno, regiões de aplicação mais finas, mais espessas, mais resistentes, mais sensíveis. Na aula com a panceta de porco são utilizados água e gel com corante, para que o aluno consiga visualizar em tempo real o local que está sendo depositado ou aplicado a substância. Essa prática é importante para que o aluno desenvolva habilidades na distribuição correta do volume de gel injetado e tenha segurança para sair capacitado para trabalhar, após sua pós-graduação. A aplicação dos injetáveis é algo sério, uma aplicação errada e você pode manchar para sempre sua reputação, por isso, a seriedade em aprender as técnicas corretas, para que você se sinta preparado para realizar suas aplicações em pacientes é fundamental para o sucesso do profissional no futuro. Esse sucesso depende de segurança, prática, treino e muito conhecimento! [widgetkit id=”28″ name=”BANNER PÓS-GRADUAÇÃO BIOMEDICINA ESTÉTICA NEPUGA”]    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-2021. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética