A verdade sobre o caso da falsa biomédica de Goiânia

Charlatã que se dizia biomédica para realizar procedimentos estéticos clandestinos em vítimas, é julgada no Goiás A biomedicina estética e os biomédicos estetas estão dominando cada vez mais o mercado de estética. Isso porque mais pessoas estão buscando as técnicas e os conhecimentos científicos que só os profissionais biomédicos, devidamente habilitados na área de biomedicina estética possuem. […]
Falsa Biomédica em Goiás Biomedicina Estética

Charlatã que se dizia biomédica para realizar procedimentos estéticos clandestinos em vítimas, é julgada no Goiás

A biomedicina estética e os biomédicos estetas estão dominando cada vez mais o mercado de estética. Isso porque mais pessoas estão buscando as técnicas e os conhecimentos científicos que só os profissionais biomédicos, devidamente habilitados na área de biomedicina estética possuem. Infelizmente esta fama está chamando a atenção de pessoas não idôneas, que colocam em risco a reputação da profissão. É o caso de Raquel Policena, uma falsa biomédica, que está sendo julgada em Goiás. Ela é responsável por causar a morte de uma mulher, após fazer aplicações de um produto, supostamente o hidrogel, nos glúteos da mesma. Esse caso, reportado em notícia do G1 na tarde de ontem, mais uma vez evidencia a atuação do biomédico esteta na realização de procedimentos estéticos injetáveis e invasivos. Esses procedimentos são altamente procurados e valorizados pelas pessoas por causa dos excelentes resultados estéticos.

CFBM defende a atuação do biomédico esteta

O Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), na Resolução nº 241, de 29 de maio de 2014, é taxativo. O documento regulamenta a prescrição de substâncias injetáveis nos procedimentos como a aplicação de toxina botulínica, bioplastia, microvasos e preenchimentos. E somente os biomédicos especialistas em biomedicina estética podem fazer, alertando toda a sociedade brasileira. Não é a primeira vez que um charlatão se passa por biomédico esteta para enganar suas vítimas por dinheiro, atendendo em hotéis e demais locais clandestinos. É de suma importância que a população compreenda que qualquer procedimento estético injetável, invasivo e medicamentoso deve ser realizado por um profissional da saúde habilitado e com formação altamente qualificada como é o caso dos Biomédicos Estetas.

Habilitação de Biomédico Esteta é essencial para o exercício da profissão

Os Biomédicos Estetas têm ampla competência para assegurar segurança à saúde e integridade do paciente, e também representa toda a reputação do setor da Saúde Estética no Brasil. De acordo com as normas da Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME), só se torna apto para exercer a profissão de biomédico esteta, o biomédico que realizar um curso de pós-graduação na área de biomedicina estética com no mínimo 500 horas/aula e/ou se aprovado em prova de título da Associação Brasileira de Biomedicina (ABBM). Fonte: http://g1.globo.com/goias/noticia/mesmo-que-fosse-biomedica-re-nao-poderia-ter-feito-aplicacoes-no-bumbum-de-cliente-diz-conselho.ghtml 

Comentário (3)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética