Quando se tem alguma dúvida, nada melhor do que esclarecer com quem realmente entende do assunto, foi o caso desta live. A Dra Ana Carolina fez o conteúdo no seu Instagram e respondeu as dúvidas, por chamada de vídeo com quem fazia a pergunta. Confira abaixo a matéria sobre o vídeo “ Aconselhamento Profissional com Dra. Ana Carolina Puga”.

Quando iniciou a Dra Puga fez uns questionamentos sobre como alguns temas que poderiam ser abordados como: “O que faço depois que acabei a Pós? Monto meu espaço? Trabalho em alguma clínica? Dúvidas de procedimentos?” deu abertura para perguntas.

Uma aluna da Pós de Recife, quis ter uma segunda opinião, sobre uma proposta de trabalho que teve. Ela não sabia se compensava, se aceitava, então foi atrás da Dra. para saber qual decisão tomar.

Aproveitando essa quarentena, a Dra. Puga faz lives em alguns dias da semana, para bater um bate-papo com você

Trabalhar numa clínica de estética

A biomédica Juliana mora na cidade de Palmeira dos Índios, em Alagoas. Ela recebeu o convite para trabalhar em uma clínica de estética, da cidade ao lado. Eles querem pagar por procedimento, não seria valor fixo, seria por produção.

A porcentagem, ela não sabe quanto é pago para o biomédico esteta. Ela ficaria com a sala e todos os procedimentos, faria a parte de estética.

A aluna não sabia se ele daria os produtos ou partiria dela. Ela tinha noção que se o dono da clínica colocasse os produtos, a porcentagem dela seria uma. Agora se ele tiver que pagar pelos produtos, a porcentagem tem que ser maior.

A Dra. destaca que a primeira coisa que Juliana precisa é ver sobre os produtos. E segundo, que tudo indica que ela não seria funcionária CLT, pois vai prestar serviço na clínica do dermatologista, uma parceria, sem vínculo empregatício.

Segundo a estudante, ela faria sua própria agenda,  e sabe que quanto mais a clínica produzir, mais ela trabalhar, mais a clínica e ela ganham.

“Parceria desse jeito, normalmente é 70 – 30 ou 60 – 40, dificilmente chega a ser 50 a 50. Vou falar como empresária, quem está cedendo o local tem o espaço físico. Ele tem a clientela, tem um custo fixo desse local” afirma a Dra. Ana.

Ju conta que nesta clínica tem um dermatologista, psiquiatra, várias especialidades, e o dono quer acrescentar a parte de estética.

Valores e porcentagem

Ainda sem ter muitos detalhes, a alagoana não sabia se ela seria seria exclusiva da clínica.

Experiente, a Dra Puga frisa que essa clínica provavelmente tem outras parcerias, tem uma prática de mercado, o profissional ganha 30 ou 40%, e é preciso definir se vai ser no valor final ou no lucro daquele serviço. Normalmente é no valor do serviço: se a toxina botulínica custa R$ 1.200,00, 30 de quem está fazendo e 70 da clínica.

A clínica no caso arco com algum prejuízo. Foi citado para a jovem ver quanto a clínica fatura, preços, quantos pacientes, se dá para ela montar sua agenda, não ficar presa só na clínica. Caso não dê muito movimento, ela pode ir 2 dias na semana.

“Ele (o proprietário da clínica) falou se eu aceitaria ou não, mas não falou em questão de porcentagem ainda. Ficamos de sentar e conversar, fiquei pensando com quem eu vou tirar essa dúvida” completa Ju.

Registro no Conselho

Quando o biomédico abre seu próprio negócio ou vai trabalhar para o outro, tem que registrar no conselho. A pessoa tem que ser RT (Responsabilidade Técnica) dos seus próprios procedimentos.

A Dra Ana Carolina explica que a biomédica será responsável dos procedimentos que realizar, para consultar o conselho da região. Isso é necessário até por questões de brigas, ter um senso de quantos médicos estão trabalhando lá.

Para finalizar a Dra disse:  “Eu tentaria ouvir a proposta dele, deixa ele falar tudo, depois você pensa se vai ter vantagem. Tem gente que não tem paciência, perde oportunidade. Mostre seu trabalho, resultado para conquistar até mais”.

Confira a live completa:

  • Pós Biomedicina Estética 36x

Deixe aqui seu Comentário

Login com:

Loading Facebook Comments ...

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário aqui!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.