Campinas-SP recebe curso de Microvasos (PEIM)

Aprimorando suas técnicas e elevando o nível de seus conhecimentos, biomédicos de Campinas-SP participaram de uma verdadeira imersão no curso de Microvasos (PEIM). O curso, que é composto por uma turma multidisciplinar, incluindo biomédicos, é completo e garante ao aluno total aprendizagem para atuar com o Procedimento Estético Injetável em Microvasos, conhecido pela sigla PEIM. […]
curso de microvasos (PEIM)
Aprimorando suas técnicas e elevando o nível de seus conhecimentos, biomédicos de Campinas-SP participaram de uma verdadeira imersão no curso de Microvasos (PEIM). O curso, que é composto por uma turma multidisciplinar, incluindo biomédicos, é completo e garante ao aluno total aprendizagem para atuar com o Procedimento Estético Injetável em Microvasos, conhecido pela sigla PEIM.

Ao término do curso o aluno terá total conhecimento para promover o resultado almejado pelo seu paciente, como uma pele com aspecto mais saudável e sem as indesejáveis marcas provocadas pelas telangiectasias.

Outra vantagem é que a técnica apresentada é rápida, segura e necessita de poucas aplicações para garantir bons resultados. Ponto positivo para o paciente e também para o profissional.

O que vou aprender no curso de Microvasos (PEIM)?

O curso possui uma grade diferenciada em que o aluno aprende desde a homeostase e cicatrização vascular, fisiopatologia e protocolos de tratamentos para telangiectasias até a interação das técnicas abordadas com outros procedimentos estéticos. Os alunos aprendem também estratégias importantes para cada caso, promovendo a escolha de protocolos e tipos de intervenções nos microvasos e telangiectasias, além de dicas e orientações sobre como escolher a técnica correta. [widgetkit id=”183″ name=”peim-vcp”]

Como surgem as telangiectasias?

Muitos são os fatores envolvidos na gênese das telangiectasias, os famosos “vasinhos”. Entre os principais destacam-se a predisposição genética, o peso elevado, o ortostatismo prolongado, o uso de roupas apertadas, medicamentos hormonais, entre outros. Na grande maioria das pessoas, os “vasinhos” não levam a sintomas significativos, mas há uma preocupação estética muito grande por parte dos afetados. Neste contexto, o biomédico esteta vai contribuir para a melhora da aparência e consequente autoestima dos pacientes.

Diferencial do curso de Microvasos (PEIM)

Um ponto importante é o diferencial oferecido neste curso de Microvasos (PEIM). O programa consta com 70% de aulas práticas que focam na melhor técnica para o tratamento dos vasos.

É que a técnica utiliza glicose nas concentrações de 50% a 75%, introduzida dentro da luz dos microvasos para tratamento químico dos mesmos, resultando em melhora clínica e visual das veias na área aplicada.

A prática, conhecida como hand’s on, é realizada por todos os alunos e em tempo hábil para a execução com calma da técnica apresentada. Leia também: PEIM é a solução para os tão temidos “vasinhos”

A preparação do aluno: objetivo principal do curso

Dentre tantos diferenciais, a importância em preparar e capacitar o aluno é um dos pontos fortes desta especialização. Por isso, o curso conta com um docente preparado e habilitado, que vai levar ao aluno toda segurança necessária, além de mostrar a melhor maneira de inserir o procedimento de microvasos no mercado da saúde estética. Gostou do conteúdo? Então chegou a hora de investir em um procedimento que realmente trará ótimos resultados para sua clínica ou local de trabalho. Vale a pena investir. Clique no banner e garanta já sua vaga! [widgetkit id=”84″ name=”BANNER CURSO DE PEIM”]

Comentário (2)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética