O microagulhamento tem alta procura em clínicas de estética, mas lembre-se de buscar por um profissional devidamente habilitado, como o Biomédico esteta, para realizar o procedimento.

Hoje faremos um breve resumo sobre o microagulhamento, um ótimo aliado no combate ao envelhecimento da pele por meio da redução de rugas, melhora da textura da pele, aumento da luminosidade e combate à flacidez.

Vamos esclarecer dúvidas e abrir horizontes para as Biomédicas estetas que desejam ter uma renda extra em um mercado de trabalho promissor.

Microagulhamento: Como funciona esse procedimento?

Também conhecida como dermaroller, a técnica é muito utilizada para o tratamento da pele pois reduz os efeitos do envelhecimento, minimiza cicatrizes e outras lesões cutâneas, como acnes e estrias.

Através da utilização de um dermaroller com microagulhas, a pele sofre microferimentos e é no esforço dela para se recompor, que consiste a produção do colágeno.

No Brasil, o roller é classificado como material plástico descartável, portanto ele não pode ser reutilizado de nenhuma forma.

Para realizar essa técnica é preciso aplicar um creme anestésico na região a ser tratada, onde as microagulhas realizarão seu efeito.

A agulha que será usada no procedimento e o número de sessões podem variar de acordo com o objetivo do tratamento e o tipo de pele. Essa escolha é feita após uma avaliação realizada pelo profissional habilitado.

Saiba a importância de buscar profissionais qualificados e habilitados pelo Conselho

Recentemente, nós do Blog Biomedicina Estética, publicamos uma matéria recentemente sobre a Youtuber que fez o procedimento caseiro utilizando o Dermaroller após assistir vídeos na internet e obteve queimaduras e alergias.

Nas redes sociais, são publicadas frequentemente muitas fotos desse procedimento com excesso de sangue e, em alguns casos, com hematomas no rosto dos clientes, não é mesmo?

Isso acontece quando o profissional escolhido não tem uma formação especifica em estética ou quando o indivíduo decide fazer por si mesmo o procedimento sem procurar um profissional altamente qualificado e habilitado pelo conselho, como por exemplo um Biomédico esteta.

Nesse tipo de tratamento, o sangramento é natural pois atingimos a derme, que é vascularizada, mas deve ser um sangramento controlado.

Esse método ainda apresenta baixo risco de sangramento, infecção, lesões cutâneas e de dores durante sua aplicação, sendo considerada uma das técnicas estéticas mais seguras.

Microagulhamento

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here