Vivemos um momento de expansão das práticas integrativas e com este aumento na procura, novos procedimentos são estabelecidos. Se você quer entender por que aplicar ozonioterapia na estética, este post é para você.

O sucesso da ozonioterapia se dá, principalmente, ao seu poder de gerar qualidade de vida aos adeptos, além de contribuir na cura de dezenas de patologias.

Afinal, a mistura tem a capacidade de aumentar o aporte de oxigênio para todas as células que fazem parte do nosso organismo, aumentando consequentemente a oxigenação e a respiração celular e facilitando a circulação do sangue.

Por que aplicar ozonioterapia na estética?

Métodos revolucionários e protocolos exclusivos também estão levando a ozonioterapia até à estética.

A área é tão extensa, que uma das instituições mais tradicionais já incluiu a ozonioterapia na grade curricular.

Essa mudança deixa o mercado ainda mais aquecido e cheio de novas possibilidades. Entre os tratamentos mais procurados estão técnicas para eliminar gordura localizada, celulite, queda capilar, doenças autoimunes e aumento da performance em atletas.

O objetivo é que o maior número de pacientes possam ser beneficiados com essas técnicas que, em alguns casos, os resultados já podem ser notados a partir da primeira sessão.

Além disso, os efeitos colaterais dos tratamentos com ozônio são praticamente nulos, já que, sua dosagem é mínima.

Dra. Milena Castelani revela tratamentos com ozônio na estética

Conversamos com a biomédica Dra. Milena Castelani, uma das maiores ozonioterapeutas do Brasil, que revelou alguns segredos do procedimento na estética.

A carreira da Dra. Milena na ozonioterapia começou há 16 anos. Ela se especializou no maior centro de estudos do mundo: o Centro de Investigaciones del Ozono, em Cuba e atuou como assistente do Dr Glacus de Souza Brito no Laboratório de Investigação Médica (FMUSP) durante 12 anos . 

Para ela, o segredo é sempre se atentar aos protocolos já estabelecidos, eles são o “norte” para um resultado excelente.

A ozonioterapia é uma mistura gasosa de 95% de oxigênio medicinal e 5% de ozônio com propriedades antioxidante (anti envelhecimento), anti inflamatório, antialgico (controle de dor), além de bactericida, fungicida e virucida. São inúmeras as indicações para a estética, tais como quebra de adipócitos, aumento de oxigenação subcutânea e intradérmica, estimulo de colágeno

Dra. Milena continuou e falou sobre a ação “de dentro para fora”, comum em pacientes que passam pelo processo com ozônio.

Quando prescrevemos a ozonioterapia a um paciente, estamos indo além de tratar gorduras localizadas, celulites, etc… Temos a oportunidade de tratar o paciente também de “dentro para fora”. A ozonioterapia, sem dúvidas, é a melhor opção, pois contém o oxigênio que é bioidêntico, ou seja, sem efeitos colaterais. Assim, podemos oferecer um tratamento  completo sistêmico e tópico com resultados

Tratamentos com ozônio e a responsabilidade do terapeuta

Diante a tantas novas associações de métodos e novos protocolos, é preciso ter cuidado com o que está sendo ensinado em muitas instituições.

O ozônio, assim como todas as substâncias, precisa ser utilizado de forma segura e, por isso, é necessário que o terapeuta tenha pleno conhecimento.

Dra. Milena Castelani destacou o quanto é necessário que os profissionais utilizem protocolos seguros com seus pacientes.

Minha maior preocupação hoje é que os profissionais se preparem de maneira correta, com profissionais capacitados a ensinarem protocolos registrados e reconhecidos. Os poucos relatos sobre ocorrências na ozonioterapia estão relacionados a aplicabilidade incorreta de volumes e concentrações de ozônio. Portanto, ao escolher um curso de ozonioterapia, certifique-se que os protocolos ensinados estejam de acordo com protocolos seguros e embasados na literatura científica

Por que aplicar ozonioterapia na estética
As doutoras Maira, Milena e Melissa Castelani

Dra. Maira Castelani fala sobre a ação do ozônio na odontologia estética

Na odontologia, a ozonioterapia já tem local reservado. O Conselho Federal de Odontologia já regulamentou a atuação do dentista com o procedimento.

Por isso, ouvimos a Dra. Maira Castelani, dentista e ozonioterapeuta com uma carreira impecável na área.

Há mais de 15 anos utilizo a ozonioterapia em pacientes, com muito orgulho faço parte da história e pioneirismo brasileiro da ozonioterapia, levando sempre aos meus alunos o conhecimento com ética e responsabilidade

Ela revelou para nós do blog as diversas possibilidades da ação do ozônio, até na harmonização facial.

O gás ozônio é utilizado em todas as especializações da área, sempre com muito sucesso, desde a harmonização facial à desinfecção de canais radiculares,sempre seguindo protocolos internacionais

Dra. Ana Carolina Puga solicita regulamentação da prática para o biomédico

Pioneira na área da saúde estética e considerada a mãe da Biomedicina Estética, a Dra. Ana Carolina Puga, visualizando toda a possibilidade criada entre ozonioterapia e estética, se manifestou totalmente a favor de uma regulamentação para o biomédico e está na luta para que esta liberação aconteça o mais breve possível.

Há praticamente um ano e meio estive em Brasília e, desde então, trabalho para que a regulamentação da ozonioterapia para os biomédicos se torne realidade. Estamos muito próximos de atingir este objetivo. O biomédico, com toda certeza, pode realizar este tipo de tratamento, levando em conta todo seu conhecimento já na graduação e também à simplicidade das aplicações

ozonioterapeutas tratamentos com ozônio na estética
Dra. Ana Carolina Puga: mãe da Biomedicina Estética e presidente da SBBME

Independente da regulamentação, todo profissional já pode atuar com ozonioterapia sendo um ozonioterapeuta.

O Ministério da Saúde, através da Portaria 702 de 21 de março de 2018, já possibilitou a atuação para todos os profissionais da saúde, sempre de acordo com a limitação mensurada pela própria graduação.

A Dra. Ana Puga também destacou a facilidade para a atuação do biomédico.

As técnicas são muito simples para os biomédicos, principalmente porque já atuam com carboxterapia, que é a aplicação subcutânea do gás Co2 em tecidos dérmicos e epidérmicos, a qual o biomédico tem aptidão pela regulamentação do conselho

Certamente o biomédico tem total aptidão para realizar todos os procedimentos da ozonioterapia.

Então, se interessou pelo procedimento?

Nossa dica é que você inicie hoje mesmo a sua especialização. Clique no banner abaixo e saiba mais sobre o curso de extensão em ozonioterapia.

Curso de Ozonioterapia

Deixe aqui seu Comentário

Login com:

Loading Facebook Comments ...

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário aqui!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.