4 prejuízos de fazer uma pós irregular em Biomedicina Estética

Já pensou em passar meses se capacitando na pós-graduação em Biomedicina Estética e não conseguir a habilitação para atuar? Infelizmente essa é uma situação bem comum, e o motivo quase sempre é o mesmo: Irregularidade na Instituição de Ensino Superior (IES). Uma das exigências do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM) para habilitar o profissional, é […]
Pós irregular - Biomedicina Estética

Já pensou em passar meses se capacitando na pós-graduação em Biomedicina Estética e não conseguir a habilitação para atuar? Infelizmente essa é uma situação bem comum, e o motivo quase sempre é o mesmo: Irregularidade na Instituição de Ensino Superior (IES).

Uma das exigências do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM) para habilitar o profissional, é que ele tenha cursado a especialização em uma IES credenciada pelo MEC. Mas, muita gente acaba tendo prejuízo ao ser enganado pela falsa promessa da inserção no mercado de trabalho na compra da pós.

Seu dinheiro e seu tempo são valiosos demais para serem desperdiçados dessa forma. Por isso, este artigo é para você, para te mostrar os prejuízos que uma pós irregular pode te trazer e sobre como reconhecer se a instituição que oferta, ministra e certifica a Pós-graduação em Biomedicina Estética é credenciada no Ministério da Educação (MEC). 

Obrigatoriedade de credenciamento no MEC

“Pode ficar tranquilo, temos até credenciamento no MEC”. Essa é a resposta de uma atendente ao oferecer a pós-graduação do Instituto onde trabalha para um dos leitores de nosso blog, que enviou seu depoimento para nós. O pior é que ele não foi o único a vivenciar situações como essa.

O que você precisa ter em mente, é que o credenciamento no MEC não é um diferencial de uma Instituição de Ensino Superior, mas sim uma obrigação. O que torna um certificado de pós-graduação irregular é ele ser emitido e ministrado por uma IES não credenciada no Ministério da Educação, ou ainda, emitido por uma IES credenciada sendo o curso ofertado e realizado por outro instituto que não seja a IES.

O MEC, como órgão público responsável por regulamentar e fiscalizar a educação no país, aponta que “Ao ingressar no ensino superior, é importante que seja verificada a regularidade dos cursos de graduação oferecidos pelas instituições de ensino superior. A oferta de curso superior sem o devido ato autorizativo (credenciamento, autorização e reconhecimento) configura irregularidade administrativa.”

Ou seja, para que seu certificado seja válido é preciso que a IES que o emitiu seja reconhecida pelo MEC. Mas além disso, é necessário também que a Instituição que assina o certificado seja a mesma que ministra o curso de pós-graduação. Mesmo tendo essas obrigatoriedades, entretanto, existem institutos que tentam burlar o sistema e oferecem cursos irregulares. 

Consequências ao realizar uma pós irregular em Biomedicina Estética

Acho que ao ler atentamente esse texto até aqui você já entendeu o problema que trará para sua vida ao escolher uma pós irregular oferecida nos padrões citados acima, não é mesmo? Mas vamos relembrar as consequências ao cometer esse erro em sua vida acadêmica.

1 – Prejuízo financeiro:  Você entra na pós pensando em se especializar e entrar em um novo mercado que está super aquecido, e assim vai ter muito mais rentabilidade. Mas em uma pós irregular, além de não conseguir aumentar a sua renda, ainda vai perder milhares de reais investidos na sua educação que não poderão lhe trazer retorno.

2 – Ensino ruim: Uma instituição que não se preocupa com sua regularidade perante ao MEC, certamente não vai se preocupar em oferecer o melhor ensino. Se o local que escolheu para cursar sua especialização está envolvido em irregularidades administrativas, é bem provável que a qualidade do conteúdo programático oferecido na pós-graduação seja inferior ao de uma IES que é credenciada no MEC. 

3 – Tempo perdido: De 6 a 12 meses é o tempo que você vai ter perdido investindo seu tempo, se deslocando e até mesmo dedicando seus fins de semana a uma pós-graduação que não vai te habilitar para trabalhar com a Biomedicina Estética.

4 – Atuação irregular: Grande parte dos profissionais que estão se especializando em Biomedicina Estética começam a atuar mesmo antes de terminar a pós-graduação, com o intuito de aperfeiçoamento prático, e dar início a construção de uma cartela de clientes partindo de familiares e amigos próximos. Tudo isso considerando que estarão regularmente habilitados em questão de meses. Mas no caso de uma pós irregular, não é possível conseguir a habilitação, e os clientes conquistados não poderão ser fidelizados e se o profissional continuar com a atuação provavelmente terá consequências administrativas e judiciais por parte de seu conselho de classe.

Como você já viu, os prejuízos para quem não consegue se habilitar por ter feito uma pós-graduação irregular são diversos. Por isso, o preço baixo das mensalidades de uma instituição duvidosa, pode transformar uma vantagem financeira em uma completa catástrofe para sua vida acadêmica e profissional. Se você está pretendendo se especializar, busque pela melhor opção em ensino e relevância no mercado e rapidamente você terá recuperado todo seu investimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética