Os tratamentos estéticos ultrapassaram as barreiras da beleza e, atualmente, são considerados essenciais para uma vida mais saudável. São muitos procedimentos realizados dentro do campo da biomedicina estética que contribuem para uma melhor qualidade de vida, bem-estar, elevar a autoestima das pessoas e no tratamento de doenças.

A Ozonioterapia é um deles. A técnica que trabalha com aplicação do ozônio de diversas maneiras no corpo humano pode contribuir tanto em procedimentos para realçar a beleza, quanto para melhorar o sistema imunológico e aliviar dores crônicas dos pacientes.

Inclusive, o tratamento foi muito procurado por pessoas infectadas pela Covid-19, ganhando grande destaque no último ano. E os biomédicos estetas estavam à postos, usando a técnica da melhor maneira para cada caso.

Entenda mais sobre a terapia que ganha cada vez mais visibilidade por seus benefícios e como os biomédicos estão fazendo uso dela. 

 

Primeiramente, você sabe o que é Ozonioterapia?

Considerada uma técnica complementar na medicina, a terapia consiste em aplicar o ozônio – gás composto por três átomos de oxigênio (O3) – em locais específicos do corpo do paciente. 

Sua finalidade é ajudar na oxigenação dos tecidos, fortalecer o sistema imunológico diante de doenças infecciosas, bem como aliviar dores crônicas causadas por doenças, como artrite reumatoide e fibromialgia. O tratamento age de forma que impede o avanço das doenças e ativa a circulação sanguínea. 

É importante ressaltar que a Ozonioterapia é considerada complementar porque ela não substitui o tratamento convencional recomendado pelos médicos para as doenças. Ou seja, a Ozonioterapia é um meio alternativo para contribuir no processo de cura.

 

Ozonioterapia na medicina 

As técnicas com ozônio podem auxiliar em diversos problemas de saúde, pois através do tratamento é possível interferir no crescimento de bactérias patogênicas, em casos de infecção e até mesmo processos oxidativos.

Neste caso, ela é bastante usada em tratamento de HIV, câncer, infecções, diabetes, doenças autoimunes, osteomusculares, problemas respiratórios, entre outros. 

 

Ozonioterapia na Estética

Já na estética, o uso da terapia também pode ser utilizada para diversos fins. A capacidade benéfica de estimular o sistema imunológico, a regeneração, a circulação sanguínea, entre outros, traz diversos resultados positivos para figura externa do corpo, alguns como:

-Gordura localizada, celulite e estrias;

-Flacidez da pele e papada;

-Proteção e rejuvenescimento facial;

-Combate a acne e queda capilar.

Diante de tantos processos que podem ser realizados para benefício da saúde geral do corpo com a Ozonioterapia, alguns são mais procurados. Os biomédicos estetas e ozonioterapeutas explicam quais são e o porquê. 

 

Como os biomédicos estetas estão utilizando a Ozonioterapia?

Muitos biomédicos foram para a área da estética a fim de buscar mais humanização para seu trabalho, contribuindo de maneira geral para a saúde dos pacientes. A Dra. Christine Faria, biomédica esteta, ozonioterapeuta e docente no Nepuga, conta que foi maravilhoso conhecer e atuar nessa área, tendo em vista que sempre gostou do ramo terapêutico.

“Quando eu fui para a área de estética, me senti um pouco incompleta, sentindo falta dessa possibilidade de tratar o paciente nessa área com terapias, e o ozônio me abriu essa oportunidade”, explica.

Ela conta que além de utilizar em protocolos de estética, o foco do seu trabalho é realmente voltado para tratamentos terapêuticos, que também é o que mais tem procura.

“Eu trato muitos pacientes com câncer, nesse período de pandemia, também atendi muitos com covid-19 ou após a doença. Além de tratar aqueles que visam uma melhora na qualidade de vida, buscando uma boa imunomodulação para evitar as doenças do cotidiano, esse tem sido meu maior alvo de procura”, ressalta.

ozonioterapia

No caso da busca por imunomodulação, a doutora se refere à aplicação do ozônio como substância que fortalece o sistema imunológico contra vírus, bactérias e quaisquer outros microorganismos que ameacem a saúde das pessoas.

A Dra. Juliana Pedrosa, biomédica esteta e ozonioterapeuta, também afirma que o tratamento com ozônio foi bastante procurado por pacientes com efeitos pós-covid, como esquecimento, fortalecimento imunológico, queda capilar, fraqueza e até mesmo por crises de ansiedade. 

“Hoje, na estética, a ozonioterapia começou a ganhar mais espaço, potencializando muito os resultados estéticos, principalmente, no processo de emagrecimento. Mas em geral, uso o ozônio aplicado a patologias, como fibromialgia, ortopedia, tricologia, tratamento de câncer, imunidade e alergias de modo geral”, relata. 

ozonioterapeuta

A atuação do biomédico esteta vai muito além de trabalhar a imagem externa de um corpo, mas também atua na melhora da saúde e qualidade de vida dos pacientes. E a ozonioterapia é um dos muitos procedimentos que estão no roll de atividades que a Biomedicina Estética proporciona para seus profissionais. 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário aqui!
Please enter your name here