Aplicação da toxina botulínica deve ser realizado por especialistas da Saúde Estética

A busca pela eterna juventude é desejo de todos, não só de mulheres, mas dos homens também.  Hoje, é possível retardar o envelhecimento, aliás é a promessa da toxina botulínica, que todos conhecem por botox. O procedimento é simples: aplicado no músculo, a toxina botulínica paralisa o movimento no local da aplicação evitando o processo […]
A busca pela eterna juventude é desejo de todos, não só de mulheres, mas dos homens também.  Hoje, é possível retardar o envelhecimento, aliás é a promessa da toxina botulínica, que todos conhecem por botox. O procedimento é simples: aplicado no músculo, a toxina botulínica paralisa o movimento no local da aplicação evitando o processo de envelhecimento durante cerca de seis meses. De acordo com a Drª Ana Carolina Puga, biomédica esteta, este procedimento é grande aliado da mulher. “Em meu consultório, as pacientes podem confirmar; a aplicação resulta em uma pele mais jovem, uniforme tratando as rugas de expressão que aparecem na testa, entre as sobrancelhas, ao redor dos lábios, pescoço e dos famosos “pés-de-galinha”. Os resultados começam a aparecer em 2 dias e finalmente revelado por volta ocorre do 14º dia”, revela. A ação que o Botox causa é o relaxamento na musculatura onde aparecem rugas e consequentemente a expressão fica suavizada e aparência natural e mais jovem. Porém, é importante ressaltar que a aplicação desta toxina deve ser realizada com critério e por especialistas na área da Saúde Estética.  Cuidados na aplicação da toxina botulínica são essenciais Apesar das inúmeras vantagens, existe o risco de que o botox cause indesejáveis não pode ser descartado. Mal aplicada, a toxina pode comprometer a harmonia da face. Daí a importância do procedimento ser realizado por um especialista que tenha conhecimento profundo sobre a anatomia do rosto. Caso seja aplicado em um músculo errado, pode modificar as linhas faciais. Exemplos de uma aplicação malfeita que podemos citar, é a elevação exagerada do supercílio ou pálpebra caída, surgimento de nódulos, assim como o deslocamento da toxina botulínica para outras regiões. Nos olhos, o produto pode dificultar o movimento das pálpebras desencadeando o distúrbio do olho seco, em que o paciente passa a sentir ardência nos olhos, produção de muco, coceira e vermelhidão. Cerca de 30% dos pacientes costumam apresentar esse problema. Correção nos erros de aplicação do Botox Como todo procedimento invasivo, não-cirúrgico, a aplicação da toxina botulínica deve ser realizada por mãos experientes, formadas e preparadas para tal. “Já realizei correção de aplicações mal realizadas em pacientes, na Clínica. Alguns resultados podem ser corrigidos, o excesso de levantamento do supercílio, por exemplo. Porém, outros só serão atenuados quando o tempo de ação da toxina, de seis a oito meses, cessar”, explica Puga. [widgetkit id=”41″ name=”BANNER CURSO DE BOTOX TOXINA BOTULÍNICA E PREENCHIMENTO BÁSICO NEPUGA”]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética