Biomédica publica artigo sobre vantagens e desvantagens da toxina botulínica

Constantemente, o blog Biomedicina Estética fala sobre a eficácia da aplicação da toxina botulínica no combate as rugas e marcas de expressão. Para reforçar ainda mais isso e sanar qualquer dúvida que você, biomédico, tenha sobre a viabilidade de investir num curso de toxina botulínica, separamos um artigo científico publicado pela biomédica Lucinéia Leite, na […]
Biomédica publica artigo científico falando das vantagens e desvantagens que a toxina botulínica pode trazer no tratamento das rugas faciais
Constantemente, o blog Biomedicina Estética fala sobre a eficácia da aplicação da toxina botulínica no combate as rugas e marcas de expressão. Para reforçar ainda mais isso e sanar qualquer dúvida que você, biomédico, tenha sobre a viabilidade de investir num curso de toxina botulínica, separamos um artigo científico publicado pela biomédica Lucinéia Leite, na revista Estética com Ciência. Nele, foi abordado os benefícios da toxina, quais os tipos e as indicações e contra da substância.

Artigo científico de biomédica traz uma pesquisa completa sobre o envelhecimento da pele e benefícios da aplicação da toxina botulínica tipo A

O envelhecimento da pele é um processo contínuo, que afeta, além da função cutânea, a autoestima do indivíduo. Uma das causas do aparecimento das rugas são as mímicas faciais, que leva a formação das rugas dinâmicas. Uma das opções para minimizar os efeitos das rugas dinâmicas é a aplicação da toxina botulínica tipo A. Esse procedimento destaca-se por ser um método seguro, uma vez que uma vez que é muito específica (SNAP-25), seus efeitos sistêmicos são quase inexistentes e tem maior duração, sendo de efeito pouco invasivo e com alto grau de satisfação, permitindo ao paciente sub- metido a técnica retornar a suas atividades profissionais no mesmo dia. Os resultados quanto a aplicação da toxina botulínica tipo A nas marcas de expressão facial se mostrou eficaz e segura, o que leva a uma grande procura por parte da população, embora aplicações repetidas possam levar à redução destes efeitos por imunização em alguns casos. Quanto aos efeitos adversos, o mais frequente foi ptose palpebral, que pode ser revertida em duas semanas, e diplopia, que tratada tem sua reversão em menos de duas semanas. Curso de Botox e Toxina Botulínica e Preenchimento Quer saber mais sobre a pesquisa?

Baixar a 8a. Edição da Revista Estética com Ciência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética