Fisioterapeutas apoiam Projeto de Lei da Saúde Estética

Conselhos e líderes da Fisioterapia se manifestaram totalmente a favor da PL 1559/2019, o Projeto de Lei da Saúde Estética. Ganhando cada vez mais repercussão positiva entre classes profissionais e também entre a população, o Projeto de Lei da Saúde Estética (PL 1559/2019) recebeu um apoio de muito valor. Lideranças da fisioterapia também estão a […]
projeto-lei-saude-estetica

Conselhos e líderes da Fisioterapia se manifestaram totalmente a favor da PL 1559/2019, o Projeto de Lei da Saúde Estética.

Ganhando cada vez mais repercussão positiva entre classes profissionais e também entre a população, o Projeto de Lei da Saúde Estética (PL 1559/2019) recebeu um apoio de muito valor. Lideranças da fisioterapia também estão a favor da liberdade estética!! Segundo Dr. Raphael Ferris, fisioterapeuta e consultor no Negócio Fisioterapia, essa PL vem com o objetivo de definir, em uma lei federal, o que já é considerado atual prerrogativa dos profissionais. Além disso, há uma grande ameaça aos profissionais da saúde por parte do interesse médico em cercear os procedimentos invasivos, os condicionando exclusivamente à medicina ou a tutela médica. Ou seja, os médicos querem monopolizar e que todos sejam submissos a eles. Dá para acreditar? O fisioterapeuta ainda pontua:

Essa questão dos médicos beira o absurdo, já que os profissionais da saúde possuem seus campos de atuação bem definidos por lei. 

O campo de atuação da biomedicina, por exemplo, é exclusivo e independente do biomédico. Assim é, respectivamente, para o Fisioterapeuta, Farmacêutico, Psicólogo, etc. Cada campo de atuação na saúde tem seu respectivo profissional e, as profissões regulamentadas, não estão e nem devem ser sujeitas a tutela ou intervenção da medicina.

Ato Médico recebeu vetos para garantir autonomia dos profissionais da saúde

Outro ponto relevante é que, em 2013, o Projeto de Lei do Ato Médico sofreu vetos importantes garantindo a autonomia dos profissionais da saúde e a independência dos usuários na escolha do profissional que o indivíduo julga adequado. Sabendo disso, é importante ressaltar que os procedimentos estéticos são, na maioria das vezes, disponibilizados em clínicas particulares e a sociedade tem esse direito de escolha do profissional adequado para o atendimento.

Sendo assim, se a PL do Ato Médico sofreu esses vetos para garantir a liberdade de escolha no mercado, porque querem forçar a mesma situação agora?

Perante aos fatos mostrados pelo Dr. Raphael, não ha dúvidas que precisamos da liberdade do profissional da saúde para a estética. Por isso, convocamos todos os fisioterapeutas para irmos juntos contra essa descarada reserva de mercado.

COFFITO e CREFITO 6 em apoio à PL 1559 da Saúde Estética

No dia 27 de março de 2019 estiveram também presentes no gabinete do Deputado Federal Fred Costa, a fisioterapeuta Dra. Carla Bencke, assessora parlamentar do COFFITO e o fisioterapeuta Dr. Flávio Pessoa de Carvalho, diretor tesoureiro do CREFITO 6 do Ceará. Ambos colaboraram com a edição do texto do Projeto Lei adequando às legislações e regulamentações vigentes dos Conselhos de Classes. Trata-se de mais um avanço e evolução na redação do Projeto Lei que visa atender as demandas dos mais diversos setores da sociedade envolvidos com a causa da Saúde Estética.

VAMOS NOS UNIR CONTRA A RESERVA DE MERCADO!!

Participe desta luta você também!! Convoque toda a sua família! Clique no link abaixo para votar, compartilhar e apoiar!

⇒ Clique aqui para votar a favor ⇐

“Concordo totalmente”

#JuntosSomosMaisFortes, mas UNIDOS somos imbatíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-2021. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética