Jurisprudência atenua indenizações por queimaduras a laser

Desembargadores mudam decisões de Juízes atendendo recursos das clínicas de estéticas reduzindo os valores de indenizações por queimaduras a laser em pacientes. Jurisprudência de Desembargadores reduz o valor de indenizações por queimaduras a laser e pacientes de clínicas de estéticas. De acordo com a revisão da pena pelo Desembargador Antonio Rigolin do Tribunal de Justiça de São […]
Desembargadores mudam decisões de Juízes atendendo recursos das clínicas de estéticas reduzindo os valores de indenizações por queimaduras a laser em pacientes. depilacao-laser-justica Jurisprudência de Desembargadores reduz o valor de indenizações por queimaduras a laser e pacientes de clínicas de estéticas. De acordo com a revisão da pena pelo Desembargador Antonio Rigolin do Tribunal de Justiça de São Paulo, indenizações por conta de queimaduras que a cliente que sofreu após sessões de depilação a laser, promovidas por empresas de estética, devem girar em torno no valor de R$ 5 mil a título de danos morais. Inúmeras ações indenizatórias de danos morais e lesões corporais movidas por clientes com valores discrepantes podem estar com os dias contados. A exemplo do que ocorreu, a prestadora do serviço, os profissionais e a empresa franqueadora, que foram condenados pelo Juiz de 1a. instância, a pagar R$ 33,9 mil por danos morais, teve a diminuição do valor fixado em R$ 5 mil pelo Desembargador de 2a. instância. Os desembargadores Armando Toledo e Adilson de Araújo também participaram do julgamento e acompanharam o voto do relator. Apelação nº 4000849-96.2013.8.26.0114 Fonte:AASP – Associação Paulista de Advogados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-2021. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética