Microagulhamento: por que você deve investir no procedimento?

Muito benéfica, a técnica tem atraído a atenção de inúmeras pessoas. Continue lendo para saber o que é, como funciona o procedimento e sua utilidade.
microagulhamento

O mercado estético está sempre se atualizando. Técnicas novas surgem e caem no gosto do público, que passa a procurar cada vez mais por tal procedimento. Portanto, estar em dia com as novidades do mercado é uma boa forma de atrair novos clientes. 

Uma das novidades que tem caído no gosto do público é o microagulhamento, mas você conhece tudo sobre ele? Separamos aqui algumas informações cruciais para você acrescentar o tratamento no seu catálogo. 

Qual a funcionalidade do microagulhamento? 

O procedimento é indicado para pessoas que têm o desejo de diminuir a aparência de marcas de acne, cicatrizes, estrias, rugas, flacidez, marcas de expressão ou manchas na pele, proporcionando a aparência de pele rejuvenescida. 

Além dos benefícios citados estão, também, a aceleração da produção de colágeno e a melhora da elasticidade e textura da pele. 

Não achou suficiente? Pois bem, o procedimento também é indicado em alguns casos de queda de cabelo, queimaduras e cicatrizes e hipertróficas. 

Como funciona o procedimento? 

A técnica é realizada com um cilindro com diversas microagulhas que promovem múltiplas perfurações na pele. As agulhas utilizadas nas técnicas variam entre tamanhos de 0,25mm até 3,0mm. 

É importante ressaltar que as agulhas menores que 0,5mm são utilizadas unicamente para facilitar a absorção de ativos e não ajudam na produção de colágeno.

Resumidamente, o dano causado pelo contato da agulha na pele necessita de um reparo e, então, o corpo inicia um processo de cicatrização. Como a técnica produz diversas microperfurações esta regeneração acaba por se estender por toda a área lesada, o que resulta na liberação de substâncias como colágeno e elastina.

Em algumas situações, são combinadas substâncias tópicas que penetram mais facilmente pelas aberturas formadas pela técnica. Essas substâncias servem como via de transporte de ativos para as camadas mais profundas da pele. 

Produtos que potencializam o tratamento

Os dermocosméticos são grandes aliados do procedimento de microagulhamento, visto que os ativos ajudam a induzir a produção de colágeno e a liberação de fatores de crescimento, aumentando a firmeza da região que está sendo tratada. 

É imprescindível que a técnica seja feita por profissionais capacitados e certificados. Além disso, é necessário que garantam habilitação e conhecimento não só da técnica como do equipamento que está sendo utilizado. 

E lembre-se: o procedimento não é indicado para pacientes diabéticos, com doenças severas de pele – câncer, herpes e rosácea, por exemplo -, que tenham distúrbio hemorrágico e mulheres grávidas. 

E então? Se sente mais preparado para adicionar o procedimento ao seu catálogo? Conte aqui nos comentários! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética