Skip to main content

Por que aplicar ozonioterapia na estética

Vivemos um momento de expansão das práticas integrativas e com este aumento na procura, novos procedimentos são estabelecidos. Se você quer entender por que aplicar ozonioterapia na estética, este post é para você. O sucesso da ozonioterapia se dá, principalmente, ao seu poder de gerar qualidade de vida aos adeptos, além de contribuir na cura […]
Por que aplicar ozonioterapia na estética
[speaker]
Vivemos um momento de expansão das práticas integrativas e com este aumento na procura, novos procedimentos são estabelecidos. Se você quer entender por que aplicar ozonioterapia na estética, este post é para você. O sucesso da ozonioterapia se dá, principalmente, ao seu poder de gerar qualidade de vida aos adeptos, além de contribuir na cura de dezenas de patologias.

Afinal, a mistura tem a capacidade de aumentar o aporte de oxigênio para todas as células que fazem parte do nosso organismo, aumentando consequentemente a oxigenação e a respiração celular e facilitando a circulação do sangue.

Por que aplicar ozonioterapia na estética?

Métodos revolucionários e protocolos exclusivos também estão levando a ozonioterapia até à estética. A área é tão extensa, que uma das instituições mais tradicionais já incluiu a ozonioterapia na grade curricular.

Essa mudança deixa o mercado ainda mais aquecido e cheio de novas possibilidades. Entre os tratamentos mais procurados estão técnicas para eliminar gordura localizada, celulite, queda capilar, doenças autoimunes e aumento da performance em atletas.

O objetivo é que o maior número de pacientes possam ser beneficiados com essas técnicas que, em alguns casos, os resultados já podem ser notados a partir da primeira sessão. Por isso, aplicar ozonioterapia na estética é o desejo de tantos profissionais da saúde. Além disso, os efeitos colaterais dos tratamentos com ozônio são praticamente nulos, já que, sua dosagem é mínima.

Dra. Milena Castelani revela tratamentos com ozônio na estética

Conversamos com a biomédica Dra. Milena Castelani, uma das maiores ozonioterapeutas do Brasil, que revelou alguns segredos do procedimento na estética. Ou seja, dicas importantes para quem vai aplicar ozonioterapia na estética.
Como associar protocolos na estética para faturar mais
A carreira da Dra. Milena na ozonioterapia começou há 16 anos. Ela se especializou no maior centro de estudos do mundo: o Centro de Investigaciones del Ozono, em Cuba e atuou como assistente do Dr Glacus de Souza Brito no Laboratório de Investigação Médica (FMUSP) durante 12 anos .  Para ela, o segredo é sempre se atentar aos protocolos já estabelecidos, eles são o “norte” para um resultado excelente.
A ozonioterapia é uma mistura gasosa de 95% de oxigênio medicinal e 5% de ozônio com propriedades antioxidante (anti envelhecimento), anti inflamatório, antialgico (controle de dor), além de bactericida, fungicida e virucida. São inúmeras as indicações para a estética, tais como quebra de adipócitos, aumento de oxigenação subcutânea e intradérmica, estimulo de colágeno
Dra. Milena continuou e falou sobre a ação “de dentro para fora”, comum em pacientes que passam pelo processo com ozônio.
Quando prescrevemos a ozonioterapia a um paciente, estamos indo além de tratar gorduras localizadas, celulites, etc… Temos a oportunidade de tratar o paciente também de “dentro para fora”. A ozonioterapia, sem dúvidas, é a melhor opção, pois contém o oxigênio que é bioidêntico, ou seja, sem efeitos colaterais. Assim, podemos oferecer um tratamento  completo sistêmico e tópico com resultados

Tratamentos com ozônio e a responsabilidade do terapeuta

Diante a tantas novas associações de métodos e novos protocolos, é preciso ter cuidado com o que está sendo ensinado em muitas instituições na hora de aplicar ozonioterapia na estética. O ozônio, assim como todas as substâncias, precisa ser utilizado de forma segura e, por isso, é necessário que o terapeuta tenha pleno conhecimento. Dra. Milena Castelani destacou o quanto é necessário que os profissionais utilizem protocolos seguros com seus pacientes.
Minha maior preocupação hoje é que os profissionais se preparem de maneira correta, com profissionais capacitados a ensinarem protocolos registrados e reconhecidos. Os poucos relatos sobre ocorrências na ozonioterapia estão relacionados a aplicabilidade incorreta de volumes e concentrações de ozônio. Portanto, ao escolher um curso de ozonioterapia, certifique-se que os protocolos ensinados estejam de acordo com protocolos seguros e embasados na literatura científica

Dra. Maira Castelani fala sobre a ação do ozônio na odontologia estética

Na odontologia, a ozonioterapia já tem local reservado. O Conselho Federal de Odontologia já regulamentou a atuação do dentista com o procedimento. Ou seja, é possível aplicar ozonioterapia na estética odontológica também.  Por isso, ouvimos a Dra. Maira Castelani, dentista e ozonioterapeuta com uma carreira impecável na área.
Há mais de 15 anos utilizo a ozonioterapia em pacientes, com muito orgulho faço parte da história e pioneirismo brasileiro da ozonioterapia, levando sempre aos meus alunos o conhecimento com ética e responsabilidade
Ela revelou para nós do blog as diversas possibilidades da ação do ozônio, até na harmonização facial.

O gás ozônio é utilizado em todas as especializações da área, sempre com muito sucesso, desde a harmonização facial à desinfecção de canais radiculares,sempre seguindo protocolos internacionais

Dra. Ana Carolina Puga solicita regulamentação da prática para o biomédico

Pioneira na área da saúde estética e considerada a mãe da Biomedicina Estética, a Dra. Ana Carolina Puga, visualizando toda a possibilidade criada entre ozonioterapia e estética, se manifestou totalmente a favor de uma regulamentação para o biomédico e está na luta para que esta liberação aconteça o mais breve possível.

Há praticamente um ano e meio estive em Brasília e, desde então, trabalho para que a regulamentação da ozonioterapia para os biomédicos se torne realidade. Estamos muito próximos de atingir este objetivo. O biomédico, com toda certeza, pode realizar este tipo de tratamento, levando em conta todo seu conhecimento já na graduação e também à simplicidade das aplicações

Independente da regulamentação, todo profissional já pode atuar com ozonioterapia sendo um ozonioterapeuta. O Ministério da Saúde, através da Portaria 702 de 21 de março de 2018, já possibilitou a atuação para todos os profissionais da saúde, sempre de acordo com a limitação mensurada pela própria graduação. A Dra. Ana Puga também destacou a facilidade para a atuação do biomédico.

As técnicas são muito simples para os biomédicos, principalmente porque já atuam com carboxterapia, que é a aplicação subcutânea do gás Co2 em tecidos dérmicos e epidérmicos, a qual o biomédico tem aptidão pela regulamentação do conselho

Certamente o biomédico tem total aptidão para realizar todos os procedimentos da ozonioterapia.

Então, se interessou pelo procedimento e quer aplicar ozonioterapia na estética?

Nossa dica é que você inicie hoje mesmo a sua especialização

Comments (2)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *