CFM entra na justiça para impedir dentistas de aplicarem Toxina Botulínica com fins estéticos

O Conselho Federal de Medicina (CFM) entrou na justiça para tentar barrar a aplicação de Toxina Botulínica para fins estéticos pelos dentistas. Leia também: 28/10/2016 – Decisão do TRF-1 restaura o direito dos Biomédicos realizarem todos os procedimentos estéticos respaldados nas Resoluções do CFBM Uma matéria foi publicada nesta quarta-feira pelo portal R7 falando sobre […]
O Conselho Federal de Medicina (CFM) entrou na justiça para tentar barrar a aplicação de Toxina Botulínica para fins estéticos pelos dentistas. Leia também: 28/10/2016Decisão do TRF-1 restaura o direito dos Biomédicos realizarem todos os procedimentos estéticos respaldados nas Resoluções do CFBM Uma matéria foi publicada nesta quarta-feira pelo portal R7 falando sobre esse assunto. No vídeo, o Presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Jayme Oliveira afirma que a realização desse procedimento por profissionais não-médicos é um risco, pois uma aplicação errônea pode trazer efeitos colaterais graves, como necrose, deformidades e assimetria. No entanto, um levantamento feito pelo Blog Biomedicina Estética apurou que até o momento não existe um caso de óbito associado à necrose de pacientes que tenham realizado aplicações de Botox com profissionais não-médicos e médicos no mundo. Todos os efeitos colaterais que a toxina botulínica mal aplicada pode causar são considerados problemas funcionais ou de paralisação dos músculos da face. Não existem medicamentos que são usados para reverter esses efeitos, apenas sessões de radiofrequência e o tempo de absorção da substância no organismo normaliza o movimento do músculo. No material jornalístico divulgado pelo portal do R7, os dentistas afirmam que são profissionais com uma formação muito grande em anatomia cabeça/pescoço. Eles têm profundo conhecimento sobre os músculos da face, as enervações e lidam com isso muito bem.

Argumentos conflitantes dos médicos

Uma das principais defensoras de que os não-médicos não podem realizar procedimentos como aplicação da toxina botulínica, pois diversos efeitos colaterais negativos podem ocorrer é a médica e dermatologista Denise Steiner. Mas em seu próprio site ela divulga uma série de informações em um discurso que afirma que “a aplicação da toxina botulínica é considerada um procedimento seguro, tanto do ponto de vista imediato, como no seguimento a longo prazo”. Se esse fosse um procedimento com casos de morte registrados, passível de graves deformações na face de pacientes, entre outros riscos, ela não deveria esclarecer esses pontos também para os seus colegas médicos? É importante avaliarmos bem o tipo de discurso praticado por esses profissionais. O que acontece com o paciente se o médico errar na aplicação da toxina botulínica? Por que o médico pode errar nesse procedimento, mas o CFM e a SBD não aceitam que não-médicos também podem cometer erros, uma vez que esses mesmos erros não são irreversíveis e nem ocasionam morte de pacientes, necrose, de acordo com registros da literatura até o momento? Uma entrevista da mesma Denise Steiner de 2008 que pode ser encontrada por qualquer um na Internet ela diz que nunca viu um caso em que a toxina botulínica se espalhou para músculos além daqueles tratados: “Quando se aplica ao redor dos olhos pode ocorrer queda da pálpebra, mas isso é raro e reversível. A droga não ataca o fígado. Não se pode afastar, porém, o risco de alergia. É bom lembrar que a toxina não elimina flacidez”, diz a fala da especialista.

A estética é a área mais rentável para o médico dermatologista

Interessados em reserva de mercado, de olho nas vantagens financeiras de trabalharem na estética e objetivando serem os únicos a poder realizar tais procedimentos, o discurso dos médicos é de que só eles têm preparo adequado para lidar com complicações e conhecimento com agulhas para realizar as aplicações, como no caso da toxina botulínica. No entanto, dentro da medicina, não existe a especialização Estética. O mais próximo da Estética que esses profissionais chegam é ao cursar a especialização em dermatologia, que trata do estudo de mais de 3 mil doenças e patologias da pele. Estética, beleza e bem-estar, não são o foco dessa especialização dos médicos. Em muitos programas de especialização a estética nem está presente porque tal disciplina não é obrigatória! Já os profissionais não-médicos que se habilitam na estética, cursam uma pós-graduação que tem o objetivo exclusivo de aprimorar e agregar conhecimentos técnicos e científicos da Saúde Estética para que esse profissional seja especialista em devolver a autoestima das pessoas, cuidando de beleza. Em momento algum se vê biomédicos estetas e demais profissionais da saúde autorizados por seus respectivos Conselhos de Classes tratando de doenças de pele em pacientes, assim como os dentistas também não o fazem. A estética não é uma área exclusiva de atuação dos médicos, assim como a acupuntura também não é. Dentistas e profissionais da saúde não podem se intimidar com as afirmações desses profissionais. [widgetkit id=”41″ name=”BANNER CURSO DE BOTOX TOXINA BOTULÍNICA E PREENCHIMENTO BÁSICO NEPUGA”]

Comentário (18)

  • Tem que proibir os dermatologistas que não possuem especialização em estética, isso sim.
    Sou a favor dos biomedicos, desde que esses possuam especialização.

  • Só quero ver agora até onde eles vão conseguir. Isso é ultrajante por parte da justiça aceitar uma decisão dessa.
    Isso só mostra o jogo de poderes né. Não se trata mais do bem estra do paciente, e sim do tamanho da carteira que eles podem comprar pra guardar tanto dinheiro.

  • Sou a favor da aplicação de botox por todos os profissionais da saúde. As áreas da saúde se sobrepõem. Isso sempre foi assim. Agora médico dermato querendo tudo para si? Médico passa 6 anos na faculdade não vê nada de estética. Médico faz 3 anos de dermatologia e tem menos de 400 horas de estética. Estética nem é disciplina obrigatória e sim optativa. Acho que médico dermatologista precisa estudar mais para realizar um procedimentos como esses. Eles só entendem de doenças e olha lá! Vão ter que errar muito diagnóstico para pegar experiência. É por isso há tantos erros estéticos causados por médicos por ai.

  • Concordo que dentistas façam as aplicações DESDE QUE concluam especialização na área, título cobrado para outros profissionais que possam e queiram atuar na área.

    • O dentista e o médico precisam ter conhecimento e habilidades para realizarem a aplicação da toxina. No meu entender, o dentista é o profissional mais capaz, porque a ênfase de estudo, capacitação e habilidade na odontologia é cabeça e pescoço.
      Fiz diversos cursos na área de toxina botulínica e meus professores são dentistas. Muitos médicos fizeram o curso e aprenderam com os dentistas. Aliás conheço vários médicos que elogiam os dentistas e assumem que não têm habilidades para realizar aplicação da toxina botulínica, como também realizar a confecção de um olho de resina, colocação de implantes dentários e remoção de um dente incluso, que aliás são procedimentos invasivos e de competência odontológica

  • Os médicos estão é morrendo de medo de perder pacientes para os dentistas, que cobram o preço justo, não “metem a faca”. Ademais, o cirurgião-dentista tem muito mais conhecimento da região facial que muito médico por aí. Tem espaços para todo bom profissional, deveriam trabalhar mais, cobrar menos e parar de mesquinharia.

    • Absurdo o Jayme Oliveira afirmar que risco não acontece com médicos. Sou vítima de um cardiologista e cirurgião plástico, que por negligência, irresponsabilidade aplicou ao redor dos meus olhos PMMA, sem minha autorização. O procedimento seria ácido hialurônico e não PMMA. Tenho problemas com meus olhos até hoje. Aplicação errônea. Então não houve risco, Sr Jayme? É um médico. O problema, não é a classe médica, mas com alguns profissionais que só enxergam $
      o cirurgião-dentista faz o seu papel de Dr com valores Justos é isso incomoda muitas pessoas que juram na sua formatura enxergar o seu paciente como um ser humano que procura de assistência na área da saúde e que após a formatura esquecem de seus compromissos como doutores e enxergam o paciente como $.

  • O Cirurgião Dentista é um profissional da área de saúde que estuda as Anatomia dental e corporal, com estudos específicos em cabeça, pescoço e periféricos. Portanto, tem qualificação para exercer todo e qualquer procedimento que envolvam estas áreas desde que possuam cursos voltados para esta área em específico.

    • Gostaria que a juíza que determinou, provisoriamente, a proibição da toxina botulínica aos dentistas para fins estéticos esclarecesse a diferença da invasão do produto para resultados estéticos e terapêuticos, sendo que a aplicação para fins terapêuticos são em alguns casos nos mesmos músculos, nas mesmas proporções e profundidades.

    • Acho que desconhece do assunto. Um cirurgião plástico estuda 6 anos de medicina, 2 de cirurgia geral e 3 de plástica e uma prova dificílima de titulação pra começar a atuar.
      Um dermato faz 6 de medicina , 2 de clinica, 2 de dermato e 2 de dermato estetica e prova de titulo pra atuar.

  • QUANTA BOBAGEM E QUANTA IGNORÂNCIA. A MAIORIA AQUI DEVERIA TER VERGONHA DE POSTAR ALGO PÚBLICO. VÃO ESTUDAR PELO AMOR DE DEUS. ISSO JAMAIS DEVERIA SER UMA BRIGUINHA DE EGOS. QUER ATUAR EM MEDICINA? FAÇA MEDICINA!

    • Biomedicina Estética

      Sim, Brasil é o país que mais faculdade de medicina tem e mais forma médicos que, para no final, não quererem mais dar conta de doenças e cirurgias, pois vocês “profissionais médicos” estudam tanto para matar mais pessoas nos leitos do que em acidentes de trânsito. Essa briguinha de ego, deve estar ocorrendo justamente pelo motivo da estética invasiva não cirúrgica ser mais segura e mais rentável. Cirurgias? Atendimento de pessoas doentes? Pra que?

  • Absurdo é 2ml de acido hilauronico custar apenas 28 US$ e qualquer pessoa poder cuidar da sua propria pele em paises desenvolvidos, e no brasil 2ml do mesmo produto ser vendido por quase 2000 reais pra um mero preenchimento labial. (observando pra ver se o comentário será vedado)

  • O que deveria ser feito : Acabar com os cursos pontuais, sejam eles para qualquer área( farmácia, biomédicos ,dentistas ….), CURSOS DE 1 DIA OU DOIS DIAS,,, ISSO SIM ABSURDO,
    Agora a especialização em Harmonização Orofacial com 500 horas, com toda certeza o profissional estará apto para realizar os procedimentos.

    • Biomedicina Estética

      Ane, que fique claro, nenhum curso de 1 a 3 dias habilita nenhum profissional!

      Mas todos os profissionais, inclusive médicos que não são deuses, têm que fazer cursos para continuar se aprimorando mesmo antes e após a especialização.

      As 500 horas impostas pelo CFO, apesar de ser uma ótima iniciativa, não deixa de ser ilegal. O único órgão com competência legal para determinar carga horária mínima, corpo docente e etc é o MEC e a IES. A imposição mínima do MEC às IES é de 360 horas. As IES que consideram melhor ofertar cursos acima do limite mínimo por uma questão pedagógica e de formação do perfil profissional em questão.

      Mas as pós de biomedicina estética, enfermagem estética e farmácia estética em média têm bem mais que 500 horas.

      A pós/residência em dermatologia médica tem menos de 300 horas em cosmiatria/estética, e se consideram os maiorais. Durante os 6 anos de medicina, tem ZERO de cosmiatria/estética.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-2021. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética