Devo reclamar da faculdade?

No percurso acadêmico é comum encontrar alguns problemas referentes à instituição de ensino e precisar reclamar da faculdade em algum momento, seja em rodas de amigos ou redes sociais. Mas já parou para pensar se realmente é necessário? Dificuldades de relacionamento ou falhas no sistema são situações comuns em qualquer instituição. Realmente, podem até render […]
reclamar da faculdade
No percurso acadêmico é comum encontrar alguns problemas referentes à instituição de ensino e precisar reclamar da faculdade em algum momento, seja em rodas de amigos ou redes sociais. Mas já parou para pensar se realmente é necessário? Dificuldades de relacionamento ou falhas no sistema são situações comuns em qualquer instituição. Realmente, podem até render boas dores de cabeça, mas é preciso analisar cada circunstância antes de reclamar da faculdade, principalmente, antes de tentar resolvê-la de forma judicial. Até porquê, se você refletir, sujar a imagem da faculdade pode afetar até mesmo seu currículo, que futuramente carregará o nome dela em sua formação, bem como definirá o seu futuro profissional. Por isso, neste artigo, fizemos um compilado de direitos e deveres do aluno, a fim de conscientizar se, de fato, é necessário reclamar da faculdade ou se há maneiras de solucionar os problemas da melhor forma. E já adiantamos, sempre dá!  

Onde e como reclamar da faculdade?

A forma mais eficaz para reclamar da faculdade é realizar essa reclamação por meio do próprio portal da instituição. Por isso, use os canais oficiais disponibilizados pela própria IES (Instituição de Ensino Superior), como o próprio portal do aluno, telefone, e-mail ou pela ouvidoria. Certamente, o seu problema poderá ser resolvido de maneira amigável e ética com os responsáveis pelo seu atendimento.  

Sobre o que você está reclamando?

Antes de ir, de fato, reclamar da faculdade, é essencial identificar se o problema tem embasamento. Como em qualquer coisa na vida, é preciso sempre tratar tudo de maneira ética e moral, por isso, vale lembrar de alguns pontos: 

Não minta

Não tente levar vantagens com argumentos mentirosos para os funcionários da instituição. Você perderá sua credibilidade, uma vez que eles têm todo o seu histórico muito bem detalhado;

Seja amigável

Tente resolver tudo de uma forma amigável, conversando com atendentes: geralmente, o seu problema pode ser o de outro colega, que já foi resolvido sem maiores dores de cabeça. Lembre-se que os atendentes da secretaria-acadêmica são serem humanos como você. Se você for gentil, a chance dos funcionários lhe atenderem com gentileza e resolverem seu problema é muito maior do que tentar resolver em clima de grosseria;

Não difame a faculdade

Não fique difamando a faculdade em redes sociais e em grupos de amizade, preze pela sua instituição, afinal: isso não trará uma solução imediata e só fará com que a faculdade enquadre você como um “aluno indesejado”, o que não é vantajoso para você, uma vez que ela pode usar as regras da instituição em seu desfavor. Esses são alguns conselhos para caso você ainda queira reclamar da faculdade.  

Problemas solucionados

Como dito acima, muitas vezes o seu problema pode ser o mesmo do outro colega, que já resolveu e está em paz, livre de dores de cabeça. Veja os mais comuns de exemplo:

Prazos

O Ministério da Educação (MEC) estabelece um prazo de até 180 dias para a entrega dos diplomas e certificados. Existe um equívoco muito comum entre os recém-formados que é a não solicitação da emissão do certificado via requerimento. Se os estudante não solicitar a expedição do seu diploma, nada poderá ser feito. O prazo só passa a contar da data do requerimento e não da colação de grau, como se divulga em alguns lugares por aí. Então, pode ser que você queira reclamar da faculdade por não ter recebido seu diploma ou certificado, porém você precisa prestar atenção se você realmente submeteu o devido requerimento.

Atenção às notas

Geralmente, grande parte dos cursos de graduação e pós-graduação tem trabalhos de conclusão de curso, como atividades curriculares complementares, assim como na Pós de Biomedicina Estética. Caso você não entregue essas atividades e trabalhos, bem como não aguarde o prazo de correção, não receberá as notas finais e, consequentemente, não finalizará seu curso. Portanto, verifique se você fez todas as obrigações que estão em sua grade.  

Entenda seus direitos

E algo de extrema importância para ser levado em consideração antes de reclamar da faculdade, ou até mesmo realizar uma denúncia em relação à instituição, é preciso compreender seus direitos e deveres como aluno.

Regulamento da faculdade

Qualquer instituição, seja privada ou pública, conta com regulamento interno e normas de conduta. O MEC exige que toda IES disponibilize esses documentos para todo o corpo universitário, envolvendo diretoria, docentes, estudantes e colaboradores de todos os setores e está disponível, geralmente, no site da universidade. Por este motivo, é preciso ter ciência do que é permitido dentro (e em alguns casos, até fora) da universidade antes de reclamar da faculdade ou entrar com algum processo contra a instituição.  Há casos de alunos que ferem os regulamentos e as normas de condutas com comportamentos inadequados dentro e fora de instituição. Com isso, a IES pode abrir um processo administrativo contra a atitude antiacadêmica do estudante, podendo chegar ao ponto da matrícula não ser renovada. Como consequência, tais estudantes deixam de ser alunos regulares da IES, sendo obrigados a pedir transferência para outra instituição. Além de todo o trabalho burocrático que isso acarreta, ainda existe toda uma dor de cabeça para não perder o semestre letivo.

Contrato

É preciso sempre se lembrar que você assinou um contrato ao se matricular numa faculdade. A validade desse contrato está diretamente ligada ao tempo de matrícula que você tem e não o tempo total do curso, como a maioria pensa. O prazo do acordo da matrícula geralmente é semestral, ou seja, de no mínimo, (06) seis meses de contratação. Dentro desses 6 meses você têm seus direitos educacionais e de consumidor garantidos. Fora do prazo de matrícula, se por ventura você não renovou a matrícula, você perde automaticamente todos os seus direitos e, logicamente, o seu direito de reclamar qualquer coisa. Por isso, antes de reclamar da faculdade, verifique se você está em dia com ela, se está rematriculado no próximo semestre de estudos e saiba que você concordou com tudo o que estava escrito e estipulado pela instituição quando assinou o contrato e deu ciência noutros documentos. Dessa maneira, está concordando com todas as diretrizes que ela impõe e, depois disso, não há como burlar isso nem na justiça. Lá está tudo especificado sobre as características do curso, finalidade, tempo de duração, para quem é direcionado, os custos específicos até o final do contrato, entrega do diploma, entre outras informações.  

Vale a pena reclamar da faculdade?

Diante de tudo isso, você ainda pretende reclamar da faculdade? Antes de tomar sua decisão, ressaltamos: é sempre válido refletir sobre o seu real problema, se há um embasamento comprovado e se será vantajoso para você. Normalmente, os problemas que surgem no percurso acadêmico podem ser facilmente resolvidos por meio de uma conversa amigável com os funcionários da instituição. Certamente, este é o caminho mais viável a seguir. Além disso, quando você constrói uma relação de amizade e confiança com os colaboradores e corpo docente da sua faculdade, é muito mais simples ter acesso às informações, dicas e caminhos das pedras que você tanto precisa, bem como resolver seus problemas com mais facilidade. Aposte nisso! Você já passou por isso? Comente suas experiências e deixe suas dúvidas abaixo que responderemos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-2021. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética