Início Erro Estético Falsa Biomédica: Paciente está na UTI após bioplastia com silicone industrial
esteticista-erro-estético

Falsa Biomédica: Paciente está na UTI após bioplastia com silicone industrial

Preencha os campos do formulário e tenha acesso ás fotos pós procedimento estético

8394
2

↓Matéria Atualizada em 01/08/2018↓

Globo solta matéria tendenciosa sobre o caso

Tatiana Duarte, que se passava por biomédica, injetou silicone industrial em uma jovem que está internada na UTI em estado grave. Vale lembrar que, nem mesmo o biomédico pode aplicar tal substância, não é autorizado de maneira alguma.

No caso da meliante é pior ainda, pois ela se passava por BIOMÉDICA ESTETA, mas na verdade era ESTETICISTA. Portanto, responderá por exercício ilegal da medicina.” decreta o delegado Ednelson Martins. 

Uai, como assim exercício ilegal da medicina? Se a pessoa se denomina biomédica e não sendo, isso é exercício ilegal da biomedicina!

Vamos supor: se eu me denomino jornalista, mas na verdade sou tradutor, estou cometendo exercício ilegal da publicidade? A matéria do Globo está um tanto quanto tendenciosa, não acham?

Veja mais: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2018/07/dona-de-salao-de-beleza-vai-responder-por-exercicio-ilegal-da-medicina.html

E outra, nunca se quer vimos ou ouvimos de nenhuma entidade médica para rejeitar o uso do PMMA. Vocês já? Pelo contrário, eles se aproveitam da desgraça alheia para promover a especialidade: “Você só pode morrer de PMMA com médico especialista”.

Não aceite a morte se for com médico sem especialidade ou com “não-medico”

Chega a ser hilário, mas a matéria ainda diz que: “A esteticista, estudante de biomedicina, teve treinamento para aplicar PMMA“.

mas oq? como assim?

Se essa esteticista teve treinamento, foi então ensinada por algum médico!

Vocês já viram algum curso biomédico de PMMA? Ou, cursos de PMMA ofertados e ministrados por biomédicos? Ah, faça me o favor!

Matéria tendenciosa diz que ANVISA presta um desserviço à sociedade

No dia 30/07/2018, no Jornal Nacional, saiu nova reportagem puxando a sardinha para os médicos, e tacando o pau na ANVISA!!??

Nunca ouvimos falar, sequer, que algum médico ou associação médica tenha mandado alguma recomendação ou exigido que a Anvisa retirasse o PMMA do mercado!

Depois de uma reportagem tendenciosa dessa, a Anvisa é quem deveria tomar medidas drásticas! Anvisa deveria proibir a distribuição de PMMA no Brasil.

Sabe quem realmente começou com essa moda de aplicar PMMA nas nádegas das pessoas em nome da vaidade e do lucro? Sim, os próprios médicos!!!

E em nota, o CRM-SP declara que a culpa é da ANVISA? Quanta dissimulação.

Quem deu o “START” com o ato de desrespeitar as instruções farmacológicas? Quem começou a fazer uso off-label da bula? Tudo isso foram os médicos que provocaram!

Assim como os maus médicos e mercenários, outros oportunistas seguiram o mesmo mau exemplo dos médicos, apenas cometendo um crime a mais, de falsidade ideológica.

De uma coisa temos certeza, os médicos que realizam o procedimento estético com PMMA em altas quantidades, estes sim, são irresponsáveis e cometem exercício irregular e ilegal da medicina. Se é que se pode chamar toda essa grosseria de medicina.

Mulher passará pela 4ª cirurgia nesta segunda-feira (30) para retirada do silicone industrial após procedimento estético com falsa biomédica

É pessoal, as notícias não param, é tragédia atrás de tragédia.

Desta vez, uma mulher que se auto denominava Biomédica Esteta, mas que não possui sequer permissão para atuar nessa área porque ela não é biomédica, e sim esteticista. Dá para acreditar nisso?

Pilantragem que não para mais, esse tipo de pessoa gosta mesmo é de brincar com a vida dos outros. Bom, como se não bastasse o procedimento ter sido realizado dentro de um salão de beleza, a falsa biomédica injetou silicone industrial nos glúteos da paciente

Nós, do blog biomedicina estética, já destacamos a importância de procurar por um bom profissional qualificado e habilitado, não é mesmo? Buscar informações antes de realizar qualquer tipo de procedimento é primordial.

Paciente está internada na UTI após procedimento invasivo com esteticista

A paciente Adrielly de Sousa, de 22 anos, quis realizar seu sonho de aumentar os glúteos, foi então que ela optou por realizar o preenchimento com PMMA no intuito de levantar o bumbum, mas a paciente viu seu sonho virar um temido pesadelo 24 horas após o procedimento estético.

A jovem pagou cerca de R$ 5.500,00 para Tatiana Duarte, a dona do salão de beleza onde foi realizado o procedimento. Contudo, a mulher se apresentou como Biomédica Esteta, mas não tem registro para atuação, sendo assim está fazendo uso ilegal da profissão.

Nas redes sociais, constava que ela era profissional Esteticista, mas para seus pacientes Tatiana alegava ser biomédica esteta. Preguiça, né?

tatiana duarte - falsa médica

A falsa biomédica, na verdade esteticista, diz ter aplicado 800 mililitros de PMMA (polimetilmetacrilato) na paciente com o propósito de dar um “UP” nas nádegas, mas os médicos afirmaram que foi injetado silicone industrial.

No dia seguinte Adrielly sentiu dores no local da aplicação que estava toda avermelhado. Em contato com a falsa biomédica, a mesma receitou um antialérgico.

Lembramos que, no salão de beleza, agentes de saúde encontraram equipamentos de estética sem registro na Anvisa. Tatiane Duarte não se manifestou sobre o caso e está sobre julgamento da justiça.

Veja o vídeo da reportagem:

Médicos afirmam que foi aplicado silicone industrial na paciente

Muitas mulheres, na busca do corpo desejado, estão recorrendo às injeções de silicone para aumentar glúteos, pernas e coxas. Acontece que o silicone industrial não deve ser usado para fins estéticos. O produto quando injetado no organismo pode causar diversos problemas, deformações, dificuldades para andar, além de morte por infecção generalizada.

No caso da paciente Adrielly, no hospital, os médicos descobriram que ao invés da substância PMMA, havia silicone industrial no corpo da paciente. Ou seja, outra irregularidade, pois nem um e nem outro podem ser usados para realizar tal preenchimento corporal.

O silicone industrial, que tem aspecto oleoso, se injetado no organismo pode gerar diversas anomalias, seja na hora da aplicação ou com o passar do tempo, como deformações, dores, dificuldades para caminhar, infecção generalizada, embolia pulmonar e, até mesmo, a morte.

As pessoas se submetem a realizar tal aplicação pois os profissionais cobram preços abaixo do mercado para realizar o procedimento estético. Vale arriscar sua vida por pagar mais barato no procedimento? O barato sai caro e nestes casos, muitas vezes, a vida é a forma de pagamento mais cruel.

Quer ter acesso as fotos pós procedimento estético na íntegra? Preencha os campos abaixo e faça o download do arquivo


 

Fonte: G1

Loading Facebook Comments ...

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá faço Biomedicina e temos tanto as matérias como os estágios de estética em nossa grade.
    Porém uma de nossas colegas que e esteticista recebeu um audio do sindicato dizendo que estava em processo judicial a retirada das grades de estética do curso de Biomedicina.
    Que era pro povo pensar bem .fazer Biomedicina caso o interesse fosse estética, pois os mesmos estariam proibidos de atuar.
    Sei de todas as normativas e leis que nos respaldam.
    Porém a pessoas leigas que não sabem, há algum processo em curso?
    Esse risco existe?
    Como podemos orientar as pessoas a não cair em golpes de redes sociais?

    • Boa Tarde.

      Primeiramente, você vindo aqui, deveria vir munida de provas… simples alegações costumamos ignorar todo e qualquer comentário. Neste caso vamos abrir uma excessão.

      Revele isso a seus colegas:

      LEI Nº 13.643, DE 3 DE ABRIL DE 2018 – Regulamenta as profissões de Esteticista, que compreende o Esteticista e Cosmetólogo, e de Técnico em Estética.
      -> Procure saber se há alguma parte na lei que concede a Estética como ato privativo aos esteticistas?
      R: Não! Não há qualquer menção sobre ato privativo, exclusividade ou qualquer termo, parágrafo e etc que dê qualquer possibilidade de exclusividade da estética aos esteticistas. Pare e pense! Existe alguma habilitação biomédica de exclusividade da classe? E quantas outras profissões possuem atos exclusivos/privativos? Pouquíssimas! A maioria das profissões possuem zonas de atuação e exercício profissional com sombreamento de funções. O argumento dos esteticistas sobre ATO ESTÉTICO é uma falácia com tom de ignorância, infantilidade… nem chega a ter força de prepotência. É simplesmente ridículo e insignificante.
      -> Procure saber se há Conselho de Classe de Esteticistas?
      R: Não! Não há! Sindicato não tem força de Conselho de Classe. Os sindicatos da estética é um lutando contra o outro. É um engolindo o outro. Não são unidos. Eles querem poder e arrecadação. Somente um Conselho de Classe tem legitimidade para brigar por atos privativos, mas tão somente pelo Judiciário. E sem uma lei forte ou bem escrita como a do Ato Médico ou dos Advogados, não há possibilidade alguma deles conseguirem ato privativo da estética.
      -> Procure saber qual o mérito dessa lei? Pra que ela surgiu?
      R: Essa lei apenas tem uma finalidade educacional e, nem assim, assegura exclusividade da profissão. Ou seja, não é obrigatório fazer técnico ou tecnólogo de estética para se denominar esteticista.

      Agora veja esta LEI Nº 13.352, DE 27 DE OUTUBRO DE 2016, que altera a Lei no 12.592, de 18 de janeiro 2012, para dispor sobre o contrato de parceria entre os profissionais que exercem as atividades de Cabeleireiro, Barbeiro, Esteticista, Manicure, Pedicure, Depilador e Maquiador e pessoas jurídicas registradas como salão de beleza.
      – Tal lei não foi revogada com o surgimento da Lei de 2018!
      – Se esta lei de 2016 está em plenos vigor e vigência, logicamente, todos têm o direito de ser esteticistas!

      Sobre sindicato: sindicatos estão enforcados e fechando as portas. Temer acabou com a farra deles. Agora que ninguém mais é obrigado a pagar taxa de sindicatos (tanto laborais quanto patronais), todos eles estão desesperados para fazer dinheiro. Assim sendo, eles inventam toda e qualquer desculpa e história para arrebatarem contribuintes.

      Se eles alegam a existência de processo, eles quem lhes apresentem tal processo. No Brasil qualquer um pode mover um processo contra qualquer outro alegando qualquer coisa. Se tiver mesmo algum processo, a chance deles vencer é nula.

      Mas a maior besteira que já ouvi em todos esse anos, foi alegar que por através de processo vão mandar retirar da grade de uma IES, disciplinas disso ou daquilo. Saiba que toda IES credenciada tem autonomia do MEC para incluir, retirar, inventar toda e qualquer disciplina numa graduação superior, com ou sem aval de Conselho de Classe, havendo ou não havendo existência de profissão e ofício. Nem com processo desta ou daquela classe tem força de lei para retirar ou mandar colocar qualquer disciplina. Só o MEC tem poder de fazer isso, e ainda sim, correndo em várias secretarias e instâncias internas. Algo muito difícil de acontecer hein!?

      Na prática: com lei ou sem lei, com sindicato ou sem sindicato, tudo continua a mesma coisa. Para a felicidade de uns e para e infelicidade de outros.

      Não deixe que nada atrapalhe seus sonhos e planos! Continue trilhando a jornada da sua vida!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.