Você sabe o que é a intradermoterapia? Com tantas técnicas lançadas recentemente, às vezes é difícil saber o que é e como funciona cada um dos procedimentos estéticos.

O que é a Intradermoterapia e quais os seus benefícios?

A intradermoterapia ou mesoterapia consiste na aplicação de medicamentos através de injeção na pele ou subcutâneo. O medicamento aplicado é escolhido pelo biomédico esteta de acordo com o objetivo do tratamento. Esta técnica tem origem na França e é realizada para introduzir alta concentração de determinados medicamentos no local de ação, aumentando o resultado desejado.

Indicação da Intradermoterapia

A técnica é indicada para tratamentos de celulite, gordura localizada, estrias, flacidez e desvitalização da pele da face, em homens e mulheres. Este é o tratamento mais recomendado pela Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME) para a perda de gorduras localizadas.

Contraindicações do tratamento com injeções de intradermoterapia

O tratamento é contraindicado em casos de doenças de pele no local em que o produto será aplicado, para gestantes, lactantes, cardíacos, pacientes com doenças crônicas e também nos casos de alergia às substâncias que são utilizadas no processo. Por isso a consulta com o Biomédico Esteta é de grande valor na seleção do paciente e indicação do tratamento estético.

Profissional indicado para executar a intradermoterapia

O profissional indicado para realizar o procedimento é o biomédico esteta, que é capacitado e habilitado pelo seu conselho de classe. Considerando do ponto de vista técnico-legal, a intradermoterapia é uma técnica perfurocortante, escarificante e injetável com o uso de agulhas. De acordo com Resolução CFBM nº 241, de 29 de Maio de 2014, a aplicação de intradermoterapia é ato biomédico e o tratamento deve ser prescrito por biomédico esteta devidamente especializado e habilitado pelo Conselho.

Também em acordo com a Lei nº 12.842, de 10 de julho de 2013, este procedimento estético não é uma atividade privativa do médico e nem considerada como invasiva.

Como é feita a aplicação intradérmica

A aplicação é feita usando-se agulhas bem fininhas e curtas, que introduzem pequenas quantidades do medicamento no tecido subcutâneo e dérmico, dependendo da finalidade do tratamento, para que eles atuem nas células de gordura quando utilizados para a redução de gorduras e celulite, e nas células dérmicas quando a finalidade é o tratamento a flacidez e estrias. As micro injeções perfuram a pele em uma profundidade de 0,5 milímetros a 4 milímetros levando a solução chamada de mescla, que consiste em um conjunto de aminoácidos, vitaminas, anestésicos, medicações lipolíticas, substâncias eutróficas, substratos nutrientes e extrato de enzimas e plantas. Todos que possuem autorização de uso pela ANVISA. Com finalidades diversas no tratamento estético.

Os medicamentos introduzidos aumentam a permeabilidade celular e promovem a vasodilatação, que favorece a chegada do material.

Duração do tratamento

Os resultados começam a aparecer após pelo menos 5 sessões, e isto é totalmente dependente das substâncias usadas, que deve ser devidamente selecionada para cada caso e para cada paciente, pelo profissional, que deve ser muito bem capacitado e treinado em seus conhecimentos, e duram em média 15 minutos cada uma.

As sessões devem ser realizadas uma vez por semana para tratamentos de celulite, estrias e gordura localizada e até duas vezes por semana para revitalização facial e flacidez de pele, e avaliações a cada 5 sessões.

Benefícios do tratamento

Alguns de seus benefícios são:

• A existência de poucos efeitos colaterais, devido a ação do medicamento ser localizada, e não haver uma ação sistêmica.

• É uma ótima opção para o verão, pois é um tratamento que apresenta efeito mais rápido, devido à aplicação direta do medicamento no local a ser tratado;

• Promove a perda de 3 a 10 centímetros de gordura a cada sessão;

• Ajuda a eliminar a flacidez, as estrias e as celulites;

• Promove melhora da hidratação da pele e suavização das rugas em poucas sessões;

• E se feito por um biomédico estético, não possui riscos à saúde.

Cuidados que devem ser tomados antes, durante e depois das aplicações

É recomendado que o paciente esteja com a pele limpa, livre de vestígios de produtos usados na pele, como hidratantes e maquiagens. O uso de substâncias anticoagulantes também deve ser interrompido dias antes à aplicação, um exemplo dessas substâncias é o ácido acetilsalicílico. Durante e após o tratamento, o paciente deve optar por roupas de tecidos mais leves e suaves (como o algodão), que não vão entrar em atrito com o local que está sendo tratado. Deve-se evitar principalmente usar jeans. Se surgirem hematomas, o uso de gelo ajuda a minimizá-los e nesse caso também é recomendável não expor a área ao sol.

O paciente também não deve submeter outros tratamentos estéticos à área que está sendo tratada pela intradermoterapia sem o conhecimento e consentimento do biomédico esteta responsável.

Para mais informações sobre as áreas de biomedicina estética e cursos na área da estética, acesse a página do Nepuga e fique por dentro das novidades!

Loading Facebook Comments ...

50 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite,
    Vou me formar em biomedicina esteta no final desse ano, gostaria de saber algum site seguro para mim valores de aparelhos e medicamentos usados na prática?

    • Intradermoterapia injeta enzimas em nível sub-dérmico, carboxiterapia injeta gás carbônico em nível sub-dérmico. Seus efeitos são diversos. É preciso procurar uma escola ou um profissional habilitado para lhe dar maiores explicações.

    • Olá Ligia, tudo bem? A Aspirina é um remédio que contém ácido acetilsalicílico, ele é um anticoagulante e deixa o sangue mais fluído, isso influencia na absorção do medicamento utilizado na intradermoterapia.

  2. Boa tarde, há uns dez anos eu fiz um tratamento para estrias. Era um tipo de “camuflagem”. Injetava a substância em estria por estria. Durava aproximadamente de quatro a 6 meses a pigmentação. Podia tomar sol, o qual ajudava na pigmentação. Não lembro o nome dessa substância, gostaria de saber. E também se ainda utilizam essa substâncias para o tratamento para estrias.

    • Olá Adriana, tudo bem? Não sabemos de qual substância se refere, existem diversos tratamentos para estrias dentro da estética.

  3. Olá! Gostaria de saber se o tratamento com aplicações locais (e não intramusculares) podem trazer algum prejuízo num possivel feto de início de gestação! Grata

    • Olá Fernanda, tudo bem? Sabemos que a maioria dos tratamentos estéticos não são indicados para gestantes, mas não podemos te informar quais riscos eles trazem nesse período, recomendamos que consulte um profissional especializado para esclarecer a sua dúvida.

  4. Olá! Tenho espondilite anquilosante e tomo anti-inflamatório, e outros medicamentos, notei q minha pele ficou mais flácida e com muuuitas celulites. Já fiz alguns procedimentos como carbox, lipo gessada e drenagem, mesmo n ter terminado as sessões deveria ter apresentado alguma melhora, mas sem sucesso. Estou apostando neste procedimento, será q o resultado vai me surpreender? Espero q sim. Aguardo resposta sobre minha doença se tem contra-indicação. Agradeço.

    • Olá Cíntia, tudo bem? Somos apenas um Portal de Notícias, não podemos fazer nenhum tipo de consulta online. Procure um profissional habilitado para lhe orientar, ok?

  5. Olá Milena, tudo bem? A intradermoterapia é um procedimento injetável, com aplicação de medicamentos, por isso não é recomendado para quem têm diabetes.

  6. Gostaria de saber em relação a eficácia do tratamento de enzimas para gordura localizada.
    O ideal é uma vez por semana ou posso interromper o tratamento e continuar depois de 15 dias? O efeito séria o mesmo?

    • Prezada Francine é necessário que você consulte um biomédico esteta. Este tipo de informação não podemos passar pois seria antiético realizar “consultas” via internet. Certos de sua compreensão.

  7. Olá Maria Aparecida, tudo bem? A intradermoterapia é um tratamento indicado tanto para a celulite, como para as estrias brancas. A sua eficácia depende de como o profissional irá aplicar o tratamento e do organismo de cada paciente.

    • Olá Aline, tudo bem? A intradermoterapia é um procedimento altamente seguro, se realizado por um profissional qualificado não terá efeitos colaterais. Existem sim, algumas contra-indicações como visto na matéria, por isso a consulta com um biomédico esteta capacitado é tão importante.

  8. ola! estou utilizando uma melange para melasma em uma paciente que tem bem pouco. O problema é que vem um total de 10 ml quando eu mesclo tudo. sobra muito por aplicação. eu poderia deixar a melange na geladeira ate a próxima sessão???

    • Mesoterapia consiste na aplicação subcutânea fazendo papulas, no tratamento de estrias, face e alopécia. A Intradermoterapia são injeções intradérmicas pra celulite, gordura localizada, flacidez e emagrecimento, sendo o emagrecimento feito IM, no glúteo.

  9. boa tarde
    gostaria de uma orientação me indicaram a intradermoterapia. no rosto pois tem
    tenho melasma. gostaria de saber se futuramente isso dá problema no rosto, deformação ou coisa parecida

    • Olá Vilma só poderia haver algum tipo de problema se a substância aplicada fosse num plano errado da pele e ainda tal substância teria de ter o potencial de provocar alguma rejeição muito grande. Intradermoterapia para melasma deve ser aplicada por biomédicos estetas pois estes são os profissionais da saúde mais competentes e capacitados possuindo mais horas de estudos e ambulatório voltados para estética, até maior que o médico dermatologista que estuda apenas para câncer de pele e doenças de pele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here