Pesquisadora do Nepuga estuda uso da toxina botulínica para o combate do envelhecimento

A pesquisadora Dra. Amanda Lameck Pinho, pós-graduanda de biomedicina estética pelo Nepuga (Núcleo de Estudos Dra. Ana Carolina Puga), fez uma revisão sobre o uso da toxina botulínica em tratamentos estéticos e apurou resultados muito satisfatórios sobre o uso da substância para o combate do envelhecimento. O trabalho foi desenvolvido para o curso de Pós-graduação […]

A pesquisadora Dra. Amanda Lameck Pinho, pós-graduanda de biomedicina estética pelo Nepuga (Núcleo de Estudos Dra. Ana Carolina Puga), fez uma revisão sobre o uso da toxina botulínica em tratamentos estéticos e apurou resultados muito satisfatórios sobre o uso da substância para o combate do envelhecimento.

O trabalho foi desenvolvido para o curso de Pós-graduação de Biomedicina Estética de Curitiba e ganhou nota 10 do Nepuga.

Amenizar marcas do tempo é o que mais leva a população às clínicas de estética

[restrict]

Livrar-se das marcas deixadas pelo tempo é um dos motivos que mais atrai pacientes às clínicas de estética. Entretanto, por ser um processo complexo que envolve vários fatores intrínsecos e extrínsecos, é necessário um amplo conhecimento das alterações faciais para atenuar os sinais da idade.

De acordo com a pesquisa, nesse contexto a toxina botulínica é um dos procedimentos mais realizados devido a sua segurança, por apresentar resultados satisfatórios na maioria dos casos.

Toxina botulínica demonstra 74% de eficácia em sete dias

Um estudo de Carruthers analisou a segurança e eficácia das aplicações de toxina botulínica A nos músculos prócero e corrugador (área da testa) com 2 a 3 aplicações a cada 4 meses. A amostra continha 537 pacientes e 132 controles.

Os resultados encontrados foram 74 % de eficácia com 7 dias de aplicação, 80% com 30 dias e 39% de manutenção do efeito ainda após 4 meses. 258 pacientes foram ainda testados para anticorpos antitoxina botulínica e 159 obtiveram resultados negativos, mostrando ótimo padrão de segurança e baixo índice de efeitos colaterais não relacionados diretamente a toxina.

A pesquisa apontou ainda que a toxina botulínica é considerada segura, com poucas complicações e efeitos colaterais. Não existem relatos na literatura de ocorrência de efeitos adversos letais, tendo sido seguidas as regras de preparação.

Botox é seguro e com durabilidade satisfatória

Outro estudo contou com 110 pacientes que receberam toxina botulínica no terço superior da face. Os resultados foram excelentes, muito bons e em 87,4 % dos pacientes num período de 3 a 6 meses. Determinados pacientes passaram por uma eletromiografia antes e depois do tratamento com toxina botulínica para demonstrar a denervação das unidades motoras funcionais nos músculos que receberam a toxina e sua posterior recuperação entre 4 a 6 meses. A conclusão dos autores foi que o tratamento é seguro e bem tolerado pelos pacientes, com durabilidade satisfatória.

A toxina botulínica ainda é um dos tratamentos estéticos e clínicos mais versáteis e seguros. Os resultados podem ser vistos em pouco tempo e tem considerável duração, o que satisfaz tanto profissional quanto paciente, fazendo deste um dos tratamentos mais populares das clínicas de estética. É imprescindível que o profissional de estética tenha conhecimento sobre como ocorre o processo de envelhecimento, como se classificam as rugas e quais são as alterações faciais decorrentes deste processo para poder escolher o melhor tratamento em cada caso, pois nem sempre a toxina botulínica poderá trazer os resultados esperados pelo paciente. Não menos importante, o profissional deve entender como se dá o mecanismo de ação da toxina botulínica no organismo humano, a fim de realizar uma seleção de pacientes mais segura. Dessa forma, o profissional saberá quais doenças e/ou medicações não podem ser associadas ao tratamento com toxina botulínica, e em quais casos o resultado pode ser mais satisfatório. Além disso, o conhecimento sobre as técnicas de diluição, anatomia da face para realizar as marcações dos pontos de injeção, uma correta avaliação e fatores de segurança são essenciais para uma aplicação correta e com poucas chances de efeitos adversos”.

Para ter acesso à pesquisa da Dra. Amanda na íntegra basta clicar aqui e baixar o conteúdo.

[/restrict]

[widgetkit id=”28″ name=”BANNER PÓS-GRADUAÇÃO BIOMEDICINA ESTÉTICA NEPUGA”]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-2021. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética