Biomedicina Estética e o mercado de trabalho; saiba mais

Para a biomédica, acostumada ao seu mercado de trabalho tradicional após terminar a sua graduação, as opções de atuação geralmente envolvem análises clínicas, em laboratórios privados, dentro de hospitais e instituições de saúde. Na biomedicina estética o mercado de trabalho se abre e muito para essas profissionais. Com a pós-graduação em biomedicina estética, a profissional […]
Saiba sobre as atuações do biomedico esteta no mercado de trabalho
Para a biomédica, acostumada ao seu mercado de trabalho tradicional após terminar a sua graduação, as opções de atuação geralmente envolvem análises clínicas, em laboratórios privados, dentro de hospitais e instituições de saúde. Na biomedicina estética o mercado de trabalho se abre e muito para essas profissionais. Com a pós-graduação em biomedicina estética, a profissional consegue atuar como Responsável Técnica em Clínicas de Estética, Centros de Estética, Spas que ofereçam tratamentos estéticos e empresas de terceiros que estejam dentro desse segmento. De acordo com a resolução que legitima a atuação do biomédico esteta, uma série de procedimentos são liberados para serem realizados por esse profissional, ou seja, será por esses procedimentos estéticos que o biomédico será RT tanto em clínicas de terceiros, quanto em clínicas e consultórios próprios.

Possibilidades se abrem no empreendedorismo

Quando se especializa em biomedicina estética, o profissional também encontra um mercado de trabalho muito vasto no empreendedorismo. A biomédica esteta pode montar a sua própria clínica de atendimentos multidisciplinares voltados para a estética, sendo ela mesma responsável técnica. Pode montar um consultório em um Centro de Estética com outros colegas de diferentes profissões da saúde e pode ser ela mesma a Responsável Técnica desse Centro. São inúmeras possibilidades de colocar à prova o seu conhecimento, trabalhando com aplicação de toxina A, preenchedores dérmicos, peelings, eletroterapia e uma ampla lista de procedimentos. Veja alguns deles:
  • Eletroterapia
  • Sonoforese (ultrassom estétitico
  • Iontoforese
  • Raquifrequência estética
  • Laserterapua – luz intensa pulsada e LED
  • Peelings químicos e mecânicos
  • Carboxiterapua
  • Intradermoterapia
  • Toxina A
  • Preenchedores dérmicos
  • Cosmetologia
(Entre outros procedimentos voltados para a estética). Esperamos que nosso artigo tenha sido esclarecedor para vocês. É importante frisar que com a especialização em biomedicina estética, o profissional consegue trabalhar tanto para terceiros, como RT, quanto no seu próprio negócio. Além disso, no caso da biomédica esteta, ela consegue ser RT de diferentes clínicas e espaços de estética ao mesmo tempo, graças à sua formação. Saiba também os motivos para o biomédico esteta se especializar através de um curso de pós-graduação. Se você ficou interessado, talvez esse outro artigo sobre como ter sucesso com a biomedicina estética também possa lhe ajudar a entender mais sobre essa área de atuação. [widgetkit id=”28″ name=”BANNER PÓS-GRADUAÇÃO BIOMEDICINA – 30-01-2017″]  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-2021. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética