Início Legislação CFBM publica resolução que proíbe o uso do desoxicolato de sódio
desoxicolato-sodio-cfbm

CFBM publica resolução que proíbe o uso do desoxicolato de sódio

Leia o artigo e faça o download do arquivo na íntegra!

2158
0

O Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), através da Resolução Nº 299, de 23 de Novembro de 2018, aprovou a suspensão do uso da substância desoxicolato de sódio, a qual encontra-se estatuído na Resolução 2014/2012, que estava sendo utilizada pelo profissional biomédico.

A publicação vai de encontro às determinações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que proíbe a utilização da substância para todas as categorias profissionais de saúde.

O uso do desoxicolato de sódio é eficaz no tratamento da gordura localizada em pessoas com índice de massa corporal (IMC) de 30, podendo ser uma alternativa ao tratamento cirúrgico apresentando segurança e eficácia ao longo do prazo e tolerabilidade aceitável.

Vale ressaltar que, em 2005 houve sim a suspensão do desoxicolato de sódio das propagandas em todo o território nacional, em circunstância especial de risco à saúde (Resolução Nº 2.682 de 20 de Outubro de 2005 e, publicado no D.O.U – Nº 23 de 21/10/2005, porém ainda estava sob análise.

Preencha os campos abaixo e faça o download da nova Resolução imposta pelo CFBM na íntegra:


CFBM pegou profissionais biomédicos de surpresa

Assim como vocês, nós do blog estamos surpresos com a decisão imposta pelo Conselho Federal de Biomedicina que proibiu o uso do desoxicolato de sódio por profissionais biomédicos.

Em nossa concepção, o CFBM considerou melhor proibir o uso da substância em decorrência de possíveis danos causados a pacientes. Mas, o problema talvez nem seja da substância e sim dos maus profissionais, vocês não acham?

A nova resolução foi um tremendo susto para nós, biomédicos, que trabalhamos com a estética, foi uma espécie de golpe contra os bons profissionais.

O Conselho deveria entender que, para barrar os profissionais que agem de má fé, ou resumidamente falando, os maus profissionais, primeiramente devem aumentar a fiscalização e os quesitos de emitir uma habilitação, não é mesmo?

Essa resolução fere a nós, biomédicos estetas e demais profissionais habilitados e capacitados, do bem e que trabalha sempre com dignidade.

Blog entrou em contato com o CFBM e não teve posicionamento

Diante dos fatos e do documento obtido, nós entramos em contato com Conselho Federal de Biomedicina que até agora não se manifestaram.

A Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME), também entrou em contato com o conselho solicitando esclarecimentos e motivos que levaram à suspensão ou proibição da substância com base na resolução imposta.

Mas até agora ninguém se manifestou, estamos aguardando o posicionamento da autoridade. Fique atento, atualizaremos vocês, leitores, em breve!

Fonte: CFBM – Conselho Federal de Biomedicina

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.