Nova tecnologia utiliza pressão para inserir substâncias na pele 

Em meio a tantos procedimentos populares, novidades são sempre bem-vindas, não é verdade? Pois bem, acaba de desembarcar no Brasil uma tecnologia que consegue inserir produtos na pele sem agulhas, o Enerjet.

Essa nova tecnologia também pode ser muito útil para você que enfrenta procedimentos estéticos com agulhas, como o botox e os preenchedores, mas que sempre temeu aquela “picadinha”.

O grande segredo da plataforma é sua ação, que introduz as substâncias na pele por uma espécie de “tiro”.

No caso, o injetável é colocado em uma seringa acoplada ao equipamento, então é levado para a pele por meio de um jato de ar muito potente, que faz sua introdução.

Melhores maneiras de utilizar o Enerjet

Podem ser usadas substâncias líquidas indicadas por biomédicos estetas, como o ácido hialurônico. Em todos os procedimentos, o Enerjet consegue estimular de forma intensa a produção de colágeno local, devido à pressão.

Esse novo tratamento é super indicado para o efeito lifting no rosto, como em testa e região do contorno de mandíbula. Sempre com o uso do ácido hialurônico.

A toxina botulínica também pode ser utilizada no Enerjet, mas para tal substância, sua  aplicação é indicada para o tratamento de hiperidrose.

Porém no rosto não tem o mesmo efeito, uma vez que o diâmetro da aplicação pode ser muito grande, fazendo com que o alvo do tratamento com toxina botulínica não seja atingido.

No corpo, o aparelho pode ser uma ferramenta sensacional. É possível diminuir flacidez e até gordura localizada, com a aplicação de enzimas que quebram o tecido adiposo.

Além disso de tudo isso, o Enerjet dissipa fórmulas no couro cabeludo, sendo um bom aliado contra a queda de cabelo, perda de densidade dos fios e alopecia androgenética.

Se livre das agulhas

O procedimento leva 30 minutos, mas antes é feito uma intensa hidratação da pele, muitas vezes com o auxílio de creme denso e um filme plástico que envolve a área.

Esse preparatório deixa o extrato córneo, camada de queratina endurecida da pele, bem maleável, facilitando a permeação do produto via jato de ar.

Após cada sessão, por até três dias, a área de aplicação fica cheia de bolinhas. Segundo os especialistas, não há, entretanto, muito desconforto no processo.

O cliente praticamente não sente dor, apenas pressão. Mesmo assim, a aplicação pode ser feita com o uso de lidocaína, um anestésico, para pessoas mais sensíveis.

Então, o que achou desta novidade? Conte tudo para a gente nos comentários. Queremos saber sua opinião!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário aqui!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...
Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.