Quem pode fazer a pós-graduação em Biomedicina Estética?

A pós-graduação em Biomedicina Estética, é uma das exigências necessárias para conseguir a regulamentação no Conselho Federal de Biomedicina. Desde que a habilitação em Biomedicina Estética foi reconhecida, o mercado e a procura pela especialização cresce cada vez mais entre os profissionais da área. Isso porque, o mercado da Saúde Estética faz parte do leque […]
Quem pode fazer - Biomedicina Estética

A pós-graduação em Biomedicina Estética, é uma das exigências necessárias para conseguir a regulamentação no Conselho Federal de Biomedicina. Desde que a habilitação em Biomedicina Estética foi reconhecida, o mercado e a procura pela especialização cresce cada vez mais entre os profissionais da área.

Isso porque, o mercado da Saúde Estética faz parte do leque de opções de estudantes que querem boas oportunidades e altos salários. Isso porque é um dos setores que mais crescem no Brasil e raramente é afetado por crises econômicas. 

De acordo com um levantamento feito pelo SEBRAE, entre os anos 2000 e 2005 houve um aumento de 567% no número de centros estéticos e salões de beleza. Ainda segundo a instituição, em 2020 o mercado de beleza cresceu 14% em relação ao ano anterior.

Pós-graduação em Biomedicina Estética

Os programas de pós-graduação lato-sensu, são direcionados para pessoas que possuem graduação concluída. Teoricamente esse é o único pré-requisito indispensável na hora da inscrição. No entanto, para a pós-graduação em Biomedicina Estética outros fatores podem influenciar.

De acordo com os padrões definidos pelo MEC, uma pós-graduação pode ter duração de 6 a 18 meses, e o modelo de ensino também pode variar, sendo ensino presencial, EAD/Digital ou híbrido. Já no caso da especialização em Biomedicina Estética, a parte prática é indispensável para que o profissional adquira experiência e segurança na realização de procedimentos.

Além disso, escolher uma especialização que seja reconhecida pelo MEC é essencial para ter uma certificação válida em nível nacional, podendo ser utilizada para:

  • Garantir ao profissional a titulação de especialista 
  • Funcionar como devida certificação ou diploma de nível superior;
  • Garantir autoridade profissional.

Habilitação em Biomedicina Estética

Na trajetória para se tornar um Biomédico Esteta, a pós-graduação é uma etapa, mas o que garante que o profissional atue regularmente é a habilitação reconhecida pelo Conselho Federal de Biomedicina. 

Após a conclusão da especialização, é preciso solicitar a habilitação através do envio de vários documentos comprobatórios ao CRBM mais próximo. Por isso, mesmo que profissionais de outras áreas, mesmo com formação relacionada à saúde, não conseguem se habilitar como Biomédicos Estetas. 

Assim, tecnicamente qualquer profissional graduado poderia realizar uma pós-graduação em Biomedicina Estética, mas nunca poderia exercer a profissão regularmente. Por isso, a pós-graduação em Biomedicina Estética é direcionada a profissionais que são graduados em Biomedicina.

No caso de outros profissionais da saúde que desejam se especializar em estética, a recomendação é encontrar uma pós-graduação que seja compatível com a sua titulação e atuação profissional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2010-. Portal da Biomedicina Estética.
logo biomedicina estética