no comments

Lei regulamenta profissões de Esteticista e Técnico em Estética

O Presidente Michel Temer aprovou a Lei n°13.643/2018 que regulamenta as profissões de Esteticista, que compreende o esteticista e cosmetólogo.

Pela lei, passa a ser considerado técnico em estética o profissional habilitado em curso técnico com concentração em estética, oferecido por uma instituição regular de ensino ou atuar na área há pelo menos três anos. Profissionais com cursos no exterior também poderão ter o reconhecimento, desde que o certificado ou diploma seja revalidado no Brasil.

A lei, já em vigor, está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, dia 4

Para ser Esteticista e Cosmetóloga não basta mais ser autodidata

As pessoas autodidatas são conhecidas pela força de vontade e persistência em aprender algo por si próprio. No caso das Esteticistas e Cosmetólogas este não é um requisito aceitável quando você pretende ingressar na área da saúde estética.

Segundo a lei em vigor, serão consideradas Esteticistas e Cosmetólogas as profissionais da área que sejam graduadas em curso de nível superior com concentração em Estética e Cosmética, ou equivalente, oferecido por instituição regular de ensino no Brasil, devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação.

Portanto, para atuar na área os profissionais deverão necessariamente ter uma graduação concluída para obter o direito de exercer a profissão.

O que pode melhorar para estes profissionais

A faculdade de estética pode sofrer alterações benéficas, como o aumento das horas aulas para formar profissionais bem mais capacitados a exercer a função na área da saúde estética.

“A lei não prevê a criação do Conselho de Classe das Esteticistas, mas isso não afeta em nada os profissionais estetas, pelo contrário, com essa lei em vigor conseguimos abrir um leque de novas oportunidades.”

Um passo gigantesco seria a formação da classe esteticista, além de formar também o conselho de classe das Estetacosmetólogas para que possam obter maior liberdade, reconhecimento e autonomia.

Este conselho, por sua vez, poderia reivindicar para que os esteticistas obtenham o direito de atuar com procedimentos estéticos invasivos que não dão acesso à órgãos internos.

Amplie suas possibilidades

Para ter sucesso na área da saúde estética já não basta ser inteligente e motivado, é preciso adquirir habilidades e conhecimentos mais refinados. Obter uma especialização além da graduação é essencial para a inserção no mercado esteta. Capacitar-se é a alma do negócio.

Busque aprimorar seus conhecimentos fazendo uma Pós-Graduação na área, cursos de especialização entre inúmeras possibilidades de crescimento profissional.

Biomedicina Estética
Assessoria de Imprensa | Blog Biomedicina
Somos apaixonados pelo que fazemos e fazemos tudo por amor. Nosso compromisso é apenas com a verdade e com o que acreditamos e defendemos – a biomedicina estética é legítima, um direito do biomédico, do biomédico esteta, do graduando em biomedicina e, principalmente, de toda a sociedade beneficiada com as informações aqui divulgadas e como caminho de beleza e elevação da auto-estima.