A busca por técnicas de estética que trazem melhores resultados para a pele e para a saúde tem aumentado significativamente nos últimos anos. Como esse mercado de beleza está crescendo cada vez mais com a constante preocupação de homens e mulheres de todo o mundo com seu visual, especialmente no Brasil, refletindo no desenvolvimento de métodos inovadores e menos invasivos para a realização desse tipo de tratamento.

Um desses métodos modernos de cuidado com a beleza é o microagulhamento. Você conhece essa técnica? Confira o texto de hoje e tire todas as suas dúvidas sobre esse assunto!

Microagulhamento: o que é?

A técnica de microagulhamento, conhecida também como Terapia de Indução de Colágeno por Microagulhamento ou dermaroller, é um procedimento estético muito utilizado para o tratamento da pele, reduzindo os efeitos do envelhecimento, minimizando as cicatrizes e outras lesões cutâneas, como a acne e as estrias.

Ela consiste no uso de diversas microagulhas esterelizadas disponibilizadas em um rolo, que é aplicado sobre a pele, realizando pequenas lesões tópicas para estimular a vasodilatação, a formação de colágeno e a produção de novas células cutâneas.

Para realizar essa técnica é preciso aplicar um creme anestésico na região do corpo onde as microagulhas realizarão seu efeito, para depois realizar movimentos de vai e vem com o rolo onde elas se encontram, estimulando as pequenas lesões no tecido. São realizados, em média, entre 10 a 15 movimentos, que podem produzir um pequeno sangramento na região, que é rapidamente cessado.

A espessura da agulha que será usada e o número de sessões podem variar de acordo com o objetivo do tratamento e o tipo de pele que será tratada. Essa escolha é feita após uma avaliação realizada pelo profissional habilitado.

Quem pode realizar essa técnica?

Como acontece com todas as outras técnicas estéticas, a indicação para esse tipo de tratamento deve ser feita por um profissional da área da saúde – preferencialmente um biomédico. Recomenda-se que a aplicação de procedimentos estéticos sejam realizados somente em indivíduos adultos, deixando a aplicação em adolescentes ou crianças de acordo com a recomendação de um profissional.

Pacientes que apresentam quadro de diabetes, com problemas de coagulação sanguínea, câncer ou com alguma doença de pele não devem realizar esse procedimento. A técnica também é contraindicada para quem tem tendência a formar quelóides e para gestantes.

Quais são os benefícios do microagulhamento?

O microagulhamento promove o aumento da produção de colágeno na pele, ajudando a rejuvenescer o tecido, minimiza as marcas de cicatrizes, tem rápida recuperação e um resultado bastante satisfatório em quem segue todas as orientações de cuidados médicos após a aplicação da técnica.

Esse método ainda apresenta baixo risco de sangramento, infecção, lesões cutâneas e de dores durante sua aplicação, sendo considerada uma das técnicas estéticas mais seguras disponíveis para o tratamento de marcas na pele. Quando associada a outros tratamentos que usam laser e à prática de hábitos saudáveis de vida, seus resultados são ainda mais satisfatórios.

Se você é um profissional da área da saúde que trabalha com estética e ficou interessado em conhecer mais sobre a técnica de microagulhamento, confira o curso que o Instituto Nepuga oferece para você!

Deixe aqui seu Comentário

Login com:

Loading Facebook Comments ...

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário aqui!
Please enter your name here